01/07/2022 às 16h21min - Atualizada em 01/07/2022 às 16h21min

UNIFAL-MG oferecerá curso de graduação a distância em Gestão Ambiental e Sustentabilidade

FONTE E FOTOS: Diretoria de Comunicação Social da UNIFAL
C 
Este será o primeiro curso de formação de nível superior da área a ser ofertado em EaD no Brasil por uma universidade federal
 
Na medida em que os impactos sociais e ambientais decorrentes da ação humana ficam mais iminentes, o tema sustentabilidade toma à frente entre as pautas mais importantes para tomadores de decisão do planeta. Atenta a essa demanda da contemporaneidade, a UNIFAL-MG oferecerá o curso de graduação a distância em Gestão Ambiental e Sustentabilidade.
A criação do curso foi proposta pela UNIFAL-MG em Poços de Caldas e o seu funcionamento estará atrelado aos recursos de infraestrutura e do corpo técnico adquiridos pelo Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) nos cursos do campo da Ciência e Tecnologia, em especial, no curso de Engenharia Ambiental.
 
“É o primeiro curso de graduação do Brasil com denominação em Gestão Ambiental e Sustentabilidade e com foco no mercado, notadamente na formação em ESG no ambiente corporativo. A sigla vem do inglês Environmental (Ambiental, E), Social (Social, S) e Governance (Governança, G)”, explica o professor Leonardo Henrique Soares Damasceno, diretor do campus Poços de Caldas e presidente da comissão de criação do curso.
Segundo ele, além do conceito de ESG ter se tornado sinônimo de responsabilidade socioambiental, reputação e credibilidade para as empresas, os critérios que envolvem a sigla estão totalmente relacionados aos chamados Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).
 
Serão oferecidas 100 vagas anuais, com ingresso semestral pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e eventuais editais de vagas remanescentes. Entre as competências de formação esperadas para o egresso na área está a capacidade de trabalho multidisciplinar, a partir de um perfil empreendedor alicerçado no conceito de desenvolvimento sustentável, com possibilidade de aplicar os conceitos ambientais, sociais e econômicos.
“Por ser focado em ESG, o curso possui conteúdo de formação em Governança Ambiental, Governança Social e Governança Corporativa. É o profissional que trabalha com Governança Empresarial como um todo, não apenas com a parte ambiental do processo, mas em todas as inter-relações existentes, minimizando os impactos negativos e potencializando os positivos dos processos existentes”, detalha o professor.
 
O profissional se tornará apto a atuar em empresas de consultoria, assessoria, gestão ambiental, órgãos públicos de controle e fiscalização ambiental, ONGs, cooperativas e associações, bem como na gestão de meio ambiente em setores industriais e empresariais. “A importância do curso não se limita somente a Poços de Caldas, mas no país e no exterior, pois a formação em ESG normalmente só é vista em cursos de MBA e trazemos a discussão e a formação para dentro da formação do graduando, atendendo empresas do Brasil e do exterior”, assinala o presidente da comissão de criação do curso.
 
O processo seletivo para ingresso ao curso de graduação em Gestão Ambiental e Sustentabilidade a distância está previsto para ser aberto em 2023.
 
Educação online nas instituições federais de ensino superior
 
A implantação do curso de graduação em Gestão Ambiental e Sustentabilidade em EaD faz parte do “Reuni Digital”, um projeto-piloto do Programa de Apoio para a Expansão da Educação on-line em Universidades Federais lançado pelo Ministério da Educação (MEC) que prevê a oferta de mais de 5.000 novas vagas por ano nas instituições federais de educação superior. Para a operacionalização na UNIFAL-MG, o MEC disponibilizou 10 códigos de vagas para professor do magistério superior e R$ 1 milhão para despesas com custeio.
 

Na visão do reitor da UNIFAL-MG, Prof. Sandro Amadeu Cerveira, trata-se de um importante movimento no sentido de suprir vagas para estudantes que não estão sendo atendidos pela modalidade presencial. “Hoje a oferta de cursos em EaD é feita majoritariamente por instituições privadas e as universidades públicas, gratuitas, que contam com excelentes professores, bibliotecas e laboratórios de ponta além de inegável expertise precisam estar acessíveis ao estudante que prefere ou precisa dessa modalidade”, destaca, acrescentando: “Temos um longo caminho pela frente, mas precisamos avançar também nessa direção.”
 
Na avaliação do diretor do Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD) da UNIFAL-MG, Prof. Luiz Antônio Staub Mafra, o projeto-piloto favorecerá o fortalecimento da Universidade em âmbito regional e no ensino a distância. “Este processo de expansão da universidade pública por meio do Reuni Digital será uma oportunidade importante para a UNIFAL-MG se consolidar ainda mais na região e também em sua atuação numa modalidade de ensino que vem crescendo mais do que a presencial nos últimos anos”, afirma.
 
Além da UNIFAL-MG, outras nove universidades federais participam do projeto-piloto: Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Universidade Federal do Mato Grosso, Universidade Federal do Cariri, a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Universidade Federal do Piauí, Universidade Federal do Amazonas, Universidade Federal Rural da Amazônia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Universidade Federal de Alfenas e Universidade Federal de Itajubá.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp