24/02/2021 às 14h54min - Atualizada em 24/02/2021 às 14h54min

Dança pra Criança lança série de vídeos sobre Catira

FONTE: Karime Navarro - Fotos: Dani Alvisi
.
Projeto realizado pela Associação Grupo Entre Nós apresenta trabalho de pesquisa e fomento sobre dança coletiva do folclore brasileiro
 
O projeto Dança Pra Criança lança nesta quinta-feira, 25 de fevereiro, minidocumentário e mais dois vídeos sobre Catira, uma das manifestações folclóricas do Sudeste brasileiro com representantes em Poços de Caldas. Viabilizado através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, patrocínio do Grupo DME, apoio da Prefeitura de Poços de Caldas e realização da Associação Grupo Entre Nós e do Governo de Minas Gerais, conta com a participação do Grupo de Catira Poços-caldense.
O lançamento da série de vídeos, que inclui ainda apresentação e oficina de dança, acontece oficialmente às 17h, no canal Dança pra Criança no YouTube. A oficina, especificamente, também será veiculada nos meios de comunicação da Secretaria Municipal de Educação de Poços de Caldas para acesso dos alunos da rede pública de ensino.
A intenção dos vídeos produzidos, segundo a idealizadora do projeto, a bailarina Angélica Vianna, é levar a beleza da Catira a um grande número de pessoas a partir das plataformas digitais. “Os filmes mostram a riqueza não somente sonora mas também visual dos cantos e danças da terra e parte do trabalho desenvolvido pelo Grupo Entre Nós”, revela. 
O minidocumentário tem como ponto de partida a recuperação da trajetória do Projeto Dança pra Criança. “Através das memórias de seus integrantes nos aproximamos dessa exemplaridade cultural, uma legitima manifestação da cultura popular mineira. O objetivo é preservar esses saberes, valorizar seus agentes e reafirmar a identidade de toda uma comunidade”, disse Angélica.
O Dança pra Criança existe desde 2002 com oficinas de danças contemporâneas, e em 2012 deu início a ações de preservação das manifestações folclóricas e tradicionais da comunidade rural de Poços de Caldas. Para tanto, promove oficinas culturais de Catira, Dança de São Gonçalo e de confecção de figurinos e acessórios.
A pandemia causada pelo coronavírus e a necessidade de isolamento social obrigou a reinvenção do projeto. “Partimos para o audiovisual para dar continuidade aos trabalhos”, disse Daniela Alvisi, roteirista e diretora de edição da série.
 
Os protagonistas dos filmes foram os violeiros, cantores e compositores Geraldo Damião, Maria Lúcia de Paula, Natalino Procópio Marques, Rita de Cassia Pereira e Anderson Martins. Os dançarinos são: Angélica Vianna, Vita do Patrocínio de Oliveira, Cleuza de Fátima Oliveira, Kátia Aparecida Ferreira, Karime Navarro e Adriana Andrade e os irmãos Maximiniano Sinfrônio Bryam, Iury, Gabrielly Victoria e Ana Beatriz.
A técnica contou com a produção de Anderson Leite, coprodução e gestão de Bibi Rodriguez, assessoria de imprensa de Karime Navarro, cinegrafia e edição de Rogério Fonseca, cenário e artes de Cláudio Guedes, assistência de produção e iluminação de Ricardo Valias (Malabi), captação de áudio de Milton Leite.
Apoios: equipe da Secretaria Municipal de Cultura, Grupo de Catira Poços-caldense, Brisa Carvalho, Tatiane Aparecida da Silva, Centro Educacional e Cultural Kaffehuset Friele e Escola Municipal José Avelino de Melo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp