28/06/2022 às 14h58min - Atualizada em 28/06/2022 às 14h58min

20% das brasileiras não sabem que o HPV pode causar câncer de colo de útero, diz estudo

FONTE E FOTO: Caroline Virgilli - carol.silva@famivita.com.br
Figura meramente ilustrativa - Reprodução Google
C 
Principalmente as mulheres dos 18 aos 29 anos, com 22% das participantes
 
HPV, sigla em inglês para Papilomavírus Humano, é a infecção sexualmente transmissível mais comum no mundo. Apesar de a grande maioria das infecções parecerem inofensivas, alguns tipos de vírus podem infectar a região genital e provocar cânceres, como de colo do útero. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, em 2020, mais de 500 mil mulheres foram diagnosticadas com câncer de colo de útero no mundo. 
 
Porém, conforme observou o Trocando Fraldas em seu mais recente estudo, 20% das brasileiras não sabem que o HPV pode causar câncer de colo de útero. Principalmente as mulheres dos 18 aos 29 anos, com 22% das participantes. Já os dados por estado demonstram que em Alagoas 27% não sabem sobre este fato. Em São Paulo 24%, e no Rio de Janeiro 20%.
 
O SUS oferece vacinação gratuita contra o HPV para meninas de 9 a 14 anos, e mulheres imunossuprimidas de 9 a 45 anos. Porém, meninas e mulheres dos 14 aos 45 anos também podem tomar a vacina na rede particular, caso tenham acesso a um plano de saúde, ou condições financeiras para pagá-la. Porém, conforme verificado no estudo, 37% das brasileiras não sabem sobre esta informação. Especialmente as mulheres dos 25 aos 29 anos, com 46% delas.
 
Por isso, é muito importante que as meninas e mulheres abrangidas pelo sistema vacinal tomem a vacina. E ainda, as mulheres acima dos 25 anos, façam regularmente o exame do papanicolau, mesmo que pela rede pública. O Sistema Único de Saúde (SUS) estabelece uma série de garantias relacionadas à saúde feminina, fundamentais para a ampliação da qualidade de vida e empoderamento das mulheres. Entre os serviços oferecidos está o papanicolau, exame preventivo que rastreia e previne câncer do colo do útero.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp