20/06/2022 às 16h51min - Atualizada em 20/06/2022 às 16h51min

“Diferente de um ferimento, que é visível aos olhos, a doença mental pode ser imperceptível”, afirma psicóloga

FONTE: Alice Dionisio - Comunicação e Marketing - Unimed Poços de Caldas - FOTO: Reprodução Google
Figura meramente ilustrativa
,
Cuidar da saúde mental evita o desencadeamento de diversas doenças, como depressão e ansiedade
 
Os brasileiros com depressão demoram em média 39 meses para procurar ajuda. A informação foi divulgada pelo Instituto Ipsos, após uma pesquisa com 800 pessoas de 11 estados do país.
Para a psicóloga clínica da Unimed Poços, o motivo dessa lentidão está associado a diversos fatores. “A depressão ainda é vista como frescura, falta de Deus ou até preguiça. Existe um preconceito de que psiquiatra ou psicólogo só cuida de gente louca, quando na verdade tratamos da saúde mental e ajudamos a cuidar do emocional que pode estar desestruturado”, explica Maria Suely da Cruz Costa.
 
A depressão pode ser desencadeada por questões internas (relacionadas com a própria pessoa) ou externas (que não é possível controlar). “Todos passam por momentos de dificuldade financeira, saúde, emocional ou profissional”, relata Maria Suely. Sempre é tempo de cuidar da saúde mental. Porém, existem alguns sinais que indicam quando é necessário procurar ajuda com maior urgência. “Diante dos problemas, algumas pessoas começam a ficar ansiosas, nervosas ou irritadas demais e com a sensação de que tudo está dando errado. Outras podem apresentar crises de choro ou raiva, lentidão nos afazeres, sono excessivo ou insônia. Esses sinais iniciais podem evoluir para uma depressão, tristeza profunda ou transtornos de ansiedade”, completa a psicóloga.
 
O diagnóstico da depressão é feito pelo psicólogo e/ou psiquiatra a partir da avaliação não só dos sintomas relatados, mas também dos hábitos, histórico pessoal e familiar. “Diferente de um ferimento, que é visível aos olhos, a doença mental pode ser imperceptível. Os outros só veem a reação, mas não têm a compreensão de que aquele indivíduo está adoecido emocionalmente”, finaliza a profissional da Unimed Poços.
 
Após o diagnóstico, sessões de terapia são fundamentais. É possível que seja discutido em consulta, as dificuldades emocionais e o sentimento ao longo do dia. Com isso, é identificado o fator relacionado com o desenvolvimento da depressão, o que ajuda a elaborar estratégias que promovam a qualidade de vida e o bem-estar.
 
 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp