15/06/2022 às 15h05min - Atualizada em 15/06/2022 às 15h05min

FLI - Festival Literário completa 10 anos repleto de atrações: Mia Couto, Francisco, el Hombre, Marina Lima, Coletivo Vertigem e mais

FONTE E FOTO: Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo
Festival é voltado à produção literária, às tradições culturais e às artes praticadas no Vale do Ribeira; iniciativa ainda possibilita intersecção deste território com escritores e demais artistas do Brasil e exterior
 
Desenvolvido a partir da diversidade cultural da região do Vale do Ribeira e ao abrir espaço para movimentos artísticos dessas e das demais regiões do Brasil, o FLI - Festival Literário chega à 10ª edição, entre os dias 14 e 17 de junho em Iguape, 18 de junho em Iporanga, e 18 e 19 de junho na cidade de Registro. Toda a programação é gratuita e para participar de algumas atividades é preciso passar pelas respectivas inscrições.
 
FLI é uma realização das Oficinas Culturais, Programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciado pela Poiesis. Em 2022, conta com a correalização do programa Fábricas de Cultura, das Prefeituras de Iporanga e de Registro, com a parceria do museu Casa das Rosas, SP Leituras e SisEB, além do apoio do Sesc. Neste ano, a gestão do Ponto do Livro do Festival será feita por Mulheres Negras na Biblioteca (MNB), projeto idealizado por profissionais de Biblioteconomia e Letras que incentivam a leitura de autoras negras em diversas bibliotecas públicas, escolas e instituições culturais.
 
“O abraço” é o tema desta edição e marca a celebração do retorno presencial. A programação é aberta para espectadores que poderão interagir de diferentes formas, desde indicar os livros que os abraçaram durante o período de isolamento devido à pandemia de Covid-19, até trocar palavras com diversos nomes da literatura e da música no chamado palco-roda.
 
Além da realização do Programa Oficinas Culturais, neste ano o FLI conta com a curadoria convidada de Bel Santos Mayer e Marcelino Freire, profissionais com ampla atuação na literatura e a difundindo na área educativa. A dupla de curadores tem a função disparadora da programação, com um olhar técnico da Literatura e focada em eixos como a Biblioteca dos abraços, as rodas de conversas e a Itinerância Escolar, esta que é um conjunto de oficinas para professores de educação infantil da rede pública junto às intervenções literárias para alunos de escolas municipais e estaduais da região.
 
Outra proposta do FLI é conectar músicos de alcance nacional e internacional com músicos influentes do Vale do Ribeira, em apresentações que prometem movimentar o público. Diferentes estilos serão apresentados em shows, como o da banda Francisco, el Hombre com uma participação de Bruna Rosa, cantora, produtora e atriz de Registro (SP), e da compositora Marina Lima com Pedrinho Costa, trompetista de Apiaí (SP).
 
Veja a programação completa do Festival - clique aqui
 
PROGRAMAÇÃO ONLINE - As atividades virtuais do FLI possibilitam que espectadores de diferentes regiões do Brasil possam conhecer e interagir com o Festival e suas atrações, além de conhecer a literatura, as artes e as tradições do Vale do Ribeira. Essa agenda online segue até 19/06, quando será encerrada a 10ª edição do Festival Literário.
Para acessar a agenda online na íntegra, acesse o site aqui.
 
 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp