12/05/2022 às 16h04min - Atualizada em 12/05/2022 às 16h04min

Pinacoteca de São Paulo inaugura exposição que marca os 10 anos do seu programa de Patronos de Arte Contemporânea

FONTE: Press Officer - Vanessa Beltrão - FOTO: Isabella Matheus
Antonio Obá, Nos portões do paraíso, 2020
c 
Iniciativa possibilita a aquisição de novas obras para a coleção por meio da participação e do engajamento da sociedade civil
 
A Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, inaugura no sábado (14) a exposição Mapa da estrada: novas obras no acervo da Pinacoteca de São Paulo. A mostra marca os 10 anos do programa de Patronos da Arte Contemporânea, estratégia pioneira entre os museus brasileiros para a formação de um fundo voltado a compra de novas obras para o acervo do museu.
 
Por conta desta iniciativa, desde 2012, ano de fundação do Programa, mais de R$ 9 milhões foram arrecadados e revertidos em 118 trabalhos que passaram a fazer parte da coleção da Pinacoteca. Inicialmente formado por 40 pessoas, o programa fechou 2021 com 108 doadores.
 
A seleção dos trabalhos - que tem curadoria de Valéria Piccoli, curadora chefe da Pinacoteca de São Paulo - contempla 32 obras, dentre elas algumas que foram doadas diretamente por pessoas ligadas ao programa. A programação é ainda mais especial, pois quase a totalidade dos trabalhos - 31 -, será exposta pelo museu pela primeira vez. 
 
A organização expositiva está dividida em 3 salas no segundo andar do prédio Pina Luz. Uma das salas faz referência à performance e ao corpo em movimento; já o espaço central destaca uma seleção que combina cultura africana e a indígena. Por fim, o terceiro ambiente é ocupado por obras de caráter mais político e que abordam questões atuais.
 
Em Mapa da estrada: novas obras no acervo da Pinacoteca de São Paulo, grande parte do que estará exposto é constituído de obras de artistas mulheres, sendo algumas delas negras, trans e/ou autodidatas - como o trabalho Bandeira #2, da artista trans Lyz Parayzo. O título da mostra foi inspirado na pintura de Hélio Mello, Mapa da estrada, adquirida pelo Programa de Patronos em 2021. A mostra ainda trará produções dos artistas Abdias Nascimento, Jaime Lauriano, Antonio Obá. Completam a lista, trabalhos de Helio Melo (Acre) e Carmézia Emiliano (Roraima).
 
 
Destaque para duas obras da série Dinkas Orixás, da artista baiana Nadia Taquary, em que as cores e formas se relacionam com os orixás Nanã e Obaluaê (Omulu), seu culto ancestral e arquétipo. Os visitantes também terão acesso a Ligia, de Nuno Ramos, vídeo pensado para a internet em que Ramos se apropria de uma das edições do telejornal Jornal Nacional sobre o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff adquirido pelo programa em 2020.
 
SERVIÇO:
Mapa da estrada: novas obras no acervo da Pinacoteca de São Paulo
Período: 14.05 a 12.09
Endereço: Edifício Pinacoteca Luz - Praça da Luz 2, São Paulo (SP), 1º andar e Octógono
Horários: De quarta a segunda, das 10h às 18h.
 
Ingressos no site da Pinacoteca
R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia entrada).
Gratuito para crianças até 10 anos e pessoas acima de 60 anos. Sábado, gratuito para todas as pessoas.
 
Redes sociais da Pinacoteca de São Paulo:
pinacotecasp Instagram| Facebook | Twitter | Linkedin | Spotify | TikTok

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp