16/02/2021 às 11h11min - Atualizada em 16/02/2021 às 11h11min

A energia que nos move

Dra. Camila Beltrame - dracamila.beltrame@yahoo.com
Figura meramente ilustrativa - Reprodução Google
Você sabia que a energia que nos move é proveniente principalmente do que você consome? Isso mesmo. O que ingerimos como alimento é o nosso combustível. Essa matéria-prima vai ser disponibilizada para as células produzirem ATP (fonte de energia), permitindo, dessa forma, que tenhamos “força” para todas as nossas atividades físicas ou intelectuais.
Pense em um carro esportivo, aquele que permitiu você realizar um sonho de rapaz... Um motorzão V8, com aquele ronco de arrepiar, aquela máquina!!! Você colocaria gasolina de qualidade ruim nele? Não! Eu sei... seria uma blasfêmia. Concordo. Isso diminuiria e muito a potência do carrão, correto?
Agora uma pergunta. Você acha que com seu organismo isso é diferente? Mas então, Camila, se eu como mal, o que vai acontecer? Respondo logo: vai ter a produção de energia reduzida, andará sem disposição, fraco, desanimado, com memória ruim, sonolento, cansado.
E sabe o que é pior? Quanto menos atividades, mais tendência em ficar na inércia. Como um cachorrinho que corre atrás do próprio rabo, a baixa energia trazida pela alimentação ruim fará com que você se movimente menos, e como aprendemos na escola: o movimento de um corpo gera energia! Consegue entender isso?
Portanto, hoje meu recado é mais direto: procure se exercitar - mesmo que isso não lhe traga prazer imediato, mesmo que inicialmente seja entediante e cansativo. Aliado a isso, procure se alimentar de alimentos naturais, comida de verdade, sem exageros e produtos industrializados. A minha “promessa”: uma vida com mais disposição, mais energia e alegria. Acredite!
E mais uma vez, obrigada pela companhia e até breve.


 

 


 
*O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp