15/02/2021 às 13h42min - Atualizada em 15/02/2021 às 13h42min

Vai idade

Jornalista, publicitário, escritor e professor universitário/ wiliam.oliveira@uol.com.br - 9 8708 6241
FOTO: Reprodução Google
Os cabelos brancos, os passos já não tão rápidos, a impaciência com o mundo. Essa certeza de ser a amizade o que restou do amor e a melancólica incerteza do que realmente sobrou do que fomos. Esses olhos incrédulos com os políticos e a convicção inexorável do descontrole da vida. A descrença nas coisas visíveis e essa vontade desesperada de se agarrar na fé para justificar os nossos erros. As fotos antigas, as músicas antigas, os velhos amigos e a fala sempre repleta de verbos no tempo pretérito. As cicatrizes dos machucados de ontem e o relutar em aceitar as dores do hoje. Essa lembrança de tantas ruas quando a vida era só amanhecer e a e vidência de estarmos mais sós, olhando a lua nos convidando para o envelhecer.






*O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp