20/04/2022 às 15h18min - Atualizada em 20/04/2022 às 15h18min

Pedidos de empréstimo para “viagem” crescem mais de 203% em um ano, aponta FinanZero

FONTE E FOTOS: Thaís Y. - thais.yumi@conversion.com.br / Reprodução Google
C 
Após baixa no início de 2022, mês de março registra aumento mensal de 10% nos pedidos de crédito para “viagem”
 
Depois de um longo período de instabilidade para o mercado de turismo, as perspectivas futuras são positivas para o ramo. Após a vacinação em massa e a queda nos casos registrados de Covid-19 no Brasil, muitas pessoas voltaram a se planejar para viajar. É o que aponta o Índice FinanZero de Empréstimos (IFE), que constatou um salto considerável nos pedidos de empréstimo para “viagem”, entre março de 2021 e março de 2022. Com 203% de aumento, “viagem” ainda foi a razão para tomada de crédito com maior taxa de crescimento anual.

Em 2021, o setor de turismo chegou a vivenciar uma melhora considerável, já que a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) registrou um aumento de 124,6% no número de viagens realizadas por agências, em comparação com o ano de 2020. Isso porque, no segundo semestre do ano passado, muitos países já estavam com a cobertura vacinal avançada e em processo de reabertura de fronteiras, o que atraiu os turistas brasileiros.
 
Entretanto, conforme informações do IFE, nos primeiros meses de 2022, os pedidos de crédito para a razão “viagem” ficaram em baixa, devido, principalmente, ao surgimento da variante Ômicron, que também afetou o mercado de turismo em janeiro e fevereiro. Dessa forma, março foi o primeiro mês do ano a registrar um crescimento nesse tipo de pedido, registrando aumento de mais de 10% em relação ao mês anterior.
 
O arrefecimento da pandemia, somado à queda recente do dólar, tem contribuído para um cenário mais promissor ao turismo internacional na comparação com os últimos dois anos. Para Cadu Guidi, sócio-diretor de marketing da FinanZero, o cenário ainda é de imprevisibilidade e cautela, mas pode ser positivo para viajantes que conseguem se planejar financeiramente. “Ainda é cedo para confiar que o dólar continuará caindo, ou que permanecerá nos patamares de hoje, por isso é preciso cautela com os gastos relacionados às viagens internacionais. No entanto, avaliando os últimos dois anos, estamos em um cenário que aparenta ser promissor ao mercado de turismo internacional, por isso não me surpreende que pessoas estejam buscando por empréstimo para realizar esse desejo de viajar para o exterior. O mais importante aqui é ter planejamento financeiro”, diz.

Segue o hyperlink de acesso ao Índice: https://finanzero.com.br/indice-de-emprestimo/


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp