07/03/2022 às 15h59min - Atualizada em 07/03/2022 às 15h59min

+ DO TURISMO - 07/03

M
Pousadas Jardim da Mantiqueira e Pedras e Sonhos terão certificação socioambiental
 
A turística de Monte Verde, localizada no sul de Minas Gerais, possui mais de 260 meios de hospedagem. Ano a ano, o distrito cresce de maneira exponencial a sua ocupação hoteleira. Muitos empreendimentos oferecem ótimos serviços, mas poucos se preocupam com as questões ambientais e principalmente de responsabilidade social.
Pensando nessas importantes questões, as pousadas Jardim da Mantiqueira e Pedras e Sonhos resolveram adotar políticas que visam ajudar na concepção de requisitos socioambientais e, principalmente, de responsabilidade social.
No último dia 16 de fevereiro, o empresário Valdir Ruppel recebeu em Monte Verde os diretores do Instituto Chico Mendes de Responsabilidade Socioambiental, Vito Passera Milano e Clarice Soares Milano.
Os diretores chegaram de Curitiba, após a visita da gestora Ambiental Kerolyn Márcia Ribeiro dos Santos, que realizou com critérios todos os ajustes para certificar ambas as pousadas.
Tanto a Jardim da Mantiqueira como a Pedras e Sonhos adotam a compra de mais 70% de seus produtos com fornecedores locais e regionais, 95% dos colaboradores são das cidades vizinhas a Monte Verde.
A partir de agora, latas, vidros e plástico serão separados e terão destinação final para reciclagem e serão vendidos. O valor será destinado a um caixa central para os funcionários que poderão utilizar os recursos para a compra de remédios e medicamentos, material escolar para os filhos, além de outros itens de primeira necessidade.
As pousadas terão compostagem de lixo úmido e seco que irá se transformar em adubos que serão aproveitados nos jardins de ambos os empreendimentos hoteleiros.
As roupas de cama, lençóis, toalhas e outros itens serão lavados com produtos totalmente biodegradáveis. Também estão sendo estudadas medidas a curto prazo para aproveitamento das águas da chuva e para implantação de energia solar, o que resultará em economia de mais 80%, dos itens de água e luz. E os kits de amenities estão sendo produzidos com aroma especial e fragrâncias que não agridem o meio ambiente.
Em breve, todos os hóspedes receberão instruções de como podem colaborar e serem parte do movimento Lixo Zero. As pousadas estão em processo de certificação, e assim que o relatório de impacto socioambiental ficar pronto, servirá como modelo para promover ainda mais esse tipo de ação em outros estabelecimentos da região.
O Instituto Chico Mendes tem mais de 20 anos e já certificou mais de 300 empresas multisetoriais.
Mais informações: www.pedrasesonhos.com.br e www.pousadajardimdamantiqueira.com.br   
 
FONTE E FOTO: Assimptur  
 
 
 
Condutor de turismo náutico é reconhecido como profissão
 
O dia 03 de março de 2022 entrará para a história do turismo nacional. O motivo é o reconhecimento da atividade de condutor de turismo náutico como profissão, que foi inserida na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), atendendo a uma demanda histórica do setor. O pedido feito pelo Ministério do Turismo foi atendido pelo Ministério do Trabalho e Previdência na última quinta-feira.
A CBO é um espelho das ocupações existentes no país, identificando-as com a finalidade de normatizar registros, pesquisas e estatísticas. Ela afirma a existência, mapeia as principais atividades e identifica as habilidades pessoais necessárias para o desempenho de uma ocupação no mercado de trabalho brasileiro.
“Esta é uma conquista histórica para milhares de brasileiros e brasileiras que tiram do mar, lagos e rios o sustento de suas famílias. O reconhecimento da profissão de condutor de turismo náutico dará visibilidade a essa atividade e garantirá a elaboração de políticas públicas para esses trabalhadores”, avaliou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.
O reconhecimento permitirá identificar o real tamanho do segmento profissional no país. Hoje, a estimativa é de que cerca de 100 mil brasileiros atuem como condutores de turismo náutico de Norte a Sul do país. Tanto que, em paralelo, foi iniciado um estudo aprofundado a respeito da ocupação, com os seguintes pontos de análise cardeais: principais atribuições e as áreas de atuação; perfil da categoria; e o panorama do exercício da ocupação no mercado de trabalho brasileiro.
 
FONTE: Ministério do Turismo - imprensa@turismo.gov.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp