04/02/2022 às 15h49min - Atualizada em 04/02/2022 às 15h49min

Dia Mundial de Combate ao Câncer - a luta começa com a mudança de hábitos

FONTE E FOTO: Ideal H+K Strategies
c 
Coordenadora de Enfermagem da Pitágoras alerta que a adoção de hábitos saudáveis é o melhor caminho contra a doença
 
No dia 04 de fevereiro é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Câncer. A doença é o principal problema de saúde pública no mundo e já está entre as quatro principais causas de morte antes dos 70 anos de idade na maioria dos países. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil, a estimativa é que a cada ano do triênio 2020-2022 ocorrerão 685 mil casos novos da doença. O câncer de pele não melanoma será o mais incidente (177 mil), seguido pelos cânceres de mama e próstata (66 mil cada), cólon e reto (41 mil), pulmão (30 mil) e estômago (21 mil). 
 
A coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade Pitágoras, Bruna Carvalho, explica que as causas para o surgimento do câncer podem ser variadas. “Os motivos podem ser externos, como o ambiente, costume ou hábitos, ou internos, como características genéticas. Para que ocorra uma diminuição considerável da doença, é necessário incentivar o acesso a políticas públicas de saúde e promover ações de conscientização sobre aspectos que o indivíduo pode controlar, como por exemplo a pressão para seguir padrões estéticos sem considerar a qualidade da saúde”, esclarece.
 
Segundo Bruna, o grande desafio para combater o câncer é fazer com que as pessoas sejam estimuladas a adotarem hábitos de vida mais saudáveis. “Para abandonar um mau hábito, é preciso criar uma rotina positiva de comportamentos, como se fosse uma troca, e entender como aquele costume foi adquirido e o quanto ele está interferindo para que a pessoa tenha um estilo de vida saudável. É fundamental estabelecer uma frequência e repetir essa ação, até que ela se torne natural, como consultas periódicas que visem o diagnóstico precoce, tão importante para a cura da doença”, afirma.
 
O fato de a expectativa de vida ter aumentado nos últimos anos é visto pela coordenadora como algo benéfico. “Isso demonstra que algo tem mudado na forma como as pessoas têm cuidado da própria saúde, dos membros da família e até mesmo da comunidade. Essa mudança de direcionamento se deve a uma crescente preocupação com alimentação, práticas de atividades físicas e de lazer por parte da população”, conclui Bruna.
 
 
A profissional da saúde destaca outros pontos importantes que devem ser considerados:
 
. Não fume: essa é a regra mais importante para prevenir o câncer, principalmente os de pulmão, cavidade oral, laringe, faringe e esôfago;
. Amamente: o aleitamento materno é a primeira ação de alimentação saudável e protege as mães contra o câncer de mama e as crianças contra a obesidade infantil;
. Se for mulher, realize o exame preventivo do câncer do colo do útero a cada três anos, a partir do início da vida sexual;
. Se for mulher, realize mamografia todos os anos, a partir dos 40 anos de idade, ou antes, se houver caso de câncer de mama na família;
. Evite a exposição ao sol entre 10h e 16h e use protetor solar diariamente para se prevenir contra os raios UVA e UVB, vilões do câncer de pele;
. Vacine contra o HPV as meninas de 9 a 14 anos e os meninos de 11 a 14 anos;
. Vacine contra a hepatite B para se prevenir contra o câncer no fígado.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp