28/01/2022 às 16h21min - Atualizada em 28/01/2022 às 16h21min

NOTAS RÁPIDAS - 28/01

CAFEICULTORES SE PREPARAM PARA SAFRA EM FEIRA DE NEGÓCIOS DA COOXUPÉ
 
Elevar a eficiência da produtividade e reduzir custos nos cafezais levarão os mais de 17 mil produtores da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé a participar, de 01 a 25 de fevereiro, da Femagri - Feira de Máquinas, Implementos e Insumos Agrícolas. Por conta da pandemia, o evento será 100% digital.
Tradicional no calendário da cafeicultura nacional, a feira contará com mais de 80 empresas participantes, trazendo mais de 9 mil itens para venda aos cooperados. As aquisições poderão ser feitas por meio da operação Barter, na qual o café vira a “moeda” de pagamento, com a possibilidade de travar o café em até cinco parcelas anuais.
O acesso à feira ocorrerá por meio do site, do APP Cooxupé disponível para Android e IOS, além de atendimento nos núcleos da cooperativa.
 
FONTE: Phábrica - Assessoria de Comunicação
 
 
 
 
JANEIRO BRANCO: ANSIEDADE AFETA 54% DAS BRASILEIRAS, DIZ ESTUDO
 
Criado em 2014, o Janeiro Branco tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para assuntos relacionados à saúde mental e emocional das pessoas e conscientizar que, assim como o corpo, a mente também deve ser cuidada. É preciso ter atenção à saúde mental, pois conforme constatou o Trocando Fraldas em seu mais recente estudo, 54% das brasileiras sofreram ou sofrem de ansiedade, 24% de estresse contínuo e 17% de depressão. 
A ansiedade afeta principalmente as mulheres mais jovens, dos 18 aos 24 anos, com 58% das participantes, e as que estão tentando engravidar, com 57% delas. Assim como o estresse contínuo, que afeta 26% delas. Já a depressão afeta principalmente as mulheres dos 45 aos 49 anos, com 25% das entrevistadas, e dos 50 anos ou mais, com 21% das mulheres. Os homens também sofrem com ansiedade, 34%, e depressão, 21%.
O Rio Grande do Sul é o estado em que mais mulheres sofrem ou já sofreram com algum desses problemas de saúde mental. Em Minas Gerais e no Rio de Janeiro, 69% e 68%, respectivamente, já tiveram algum problema relacionado a sua saúde mental. Em São Paulo, 64% e na Bahia 61%. O Acre é o estado com o menor percentual e pelo menos metade da população já teve algum problema de saúde mental. 
 
FONTE: Caroline Virgilli - carol.silva@famivita.com.br
 
 
 
 
DISTRIBUIÇÃO DE DIREITOS AUTORAIS PELO ECAD É IMPACTADA PELA PANDEMIA PELO SEGUNDO ANO CONSECUTIVO
 
Pelo segundo ano consecutivo, a pandemia do coronavírus afetou economicamente a indústria da música no Brasil e no mundo. Em 2021, o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) distribuiu R$ 901 milhões em direitos autorais de execução pública para compositores, intérpretes, músicos, editores e produtores fonográficos. Isso representou uma queda de aproximadamente 5% em comparação ao ano de 2020, em que a distribuição de direitos autorais destinada à classe artística foi de R$ 947 milhões. No total, foram contemplados mais de 267 mil titulares de música (compositores, intérpretes, músicos, editores e produtores fonográficos).
Além da diminuição no número de shows e eventos presenciais, em decorrência das restrições impostas pelas autoridades, a gestão coletiva da música - formada pelas associações Abramus, Amar, Assim, Sbacem, Sicam, Socinpro e UBC, que administram o Ecad - enfrentou outras dificuldades ao longo do ano, como a inadimplência, principalmente fora das grandes capitais do país, e a baixa remuneração das plataformas de streaming para os titulares de música. 
 
FONTE: Mass Media
Link
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp