07/01/2022 às 15h09min - Atualizada em 07/01/2022 às 15h09min

+ DO TURISMO - 07-01

Futuro incerto: Europa fecha o cerco contra os não vacinados e anuncia novas restrições
 
A Europa fecha o cerca contra os não vacinados e voltam as restrições e até o lockdown. Segundo publicação na Euronews, alguns países estão fechando o cerco contra os turistas não vacinados. À semelhança de Portugal, as autoridades francesas obrigam agora a sete dias de recolhimento, em vez dos anteriores 10. Um período que pode mesmo ser encurtado para cinco dias, após a verificação de um resultado negativo num teste antígeno ou PCR, que não serve absolutamente pra nada. A variante ômicron é a dominante e o país ultrapassou o marco dos 10 milhões de casos de Covid-19 registados. O parlamento francês prepara-se ainda para votar a alteração do passaporte sanitário atualmente em vigor para um certificado de vacinação.
Na Inglaterra, as máscaras passam a ser obrigatórias durante as aulas para os alunos do secundário. O país era a única das quatro nações do Reino Unido onde o uso de máscaras nas escolas não era recomendado. A medida, diz o governo britânico, não se aplica aos professores e é temporária, estando previsto terminar a 26 de janeiro. O objetivo é manter as escolas abertas para aulas presenciais, mas a tarefa pode vir a revelar-se difícil, tendo em conta o aumento do número de contágios e as baixas entre o pessoal docente. 
Também a Rússia está endurecendo o combate à pandemia. O país tem uma baixa taxa de vacinação. Em São Petersburgo, restaurantes, bares e locais públicos fechados só podem admitir quem apresente um teste PCR negativo ou prova de que está vacinado. Na Grécia, os cidadãos estão sendo aconselhados a usar máscaras duplas ou de alta proteção para entrar em lojas e transportes públicos. Bares e restaurantes passam a fechar à meia-noite.
 
FONTE: Jefferson Jornalista - colunaonline@gmail.com - FOTO: Divulgação
 
 
 
 
Orla Rio lança calendário de atividades para o verão
 
Com a chegada do verão e retomada do turismo na cidade, a Orla Rio preparou um calendário de atividades criado especialmente para a estação mais amada pelos cariocas. A partir do dia 6 de janeiro, os mais de 300 quiosques que ficam entre o Leme e o Pontal irão receber mais de 200 programas, entre eles, eventos com música ao vivo como com os cantores Carlos Jacome, Larissa Henrique, Chris Carvalho e a Banda Do Disco ao Pop e os DJ´s Tamires Dasinger e Rose Amorim, além de atividades esportivas e culturais.
“Acreditamos que esse verão será o do século, com retomada do turismo e também dos espaços da cidade pelos cariocas. E o projeto ‘Vai dar Praia’ foi criado justamente para celebrar a estação e o retorno, proporcionando experiências únicas ao ar livre e contribuindo para tornar o verão 2022 o mais memorável de todos com muita música, esporte e gastronomia”, diz João Marcello Barreto, presidente da Orla Rio.
O Vai dar Praia também conta com uma música tema de mesmo nome, assinada e interpretada pelo compositor Ivo Meirelles e um podcast comandado pelo músico. No primeiro programa, Ivo se reuniu com nomes, como MC Koringa e Andrezinho do Molejo, e o chef João Diamante, do restaurante Na Minha Casa. O episódio está disponível no canal da Orla Rio no YouTube. Para o próximo, que vai ao ar no dia 15 de janeiro, Ivo estará com Andrezinho do Molejo, Buchecha e seu filho, Ceejay. E, finalmente em fevereiro, o terceiro episódio contará com Xande de Pilares, Sandra de Sá e Zé Paulo Sierra.
O projeto Vai dar Praia conta ainda com boletins semanais de notícias sobre o verão que é exibido nos perfis da Orla Rio no YouTube e TikTok, com agenda dos eventos que vão acontecer por toda a orla e também dicas de gastronomia e reviews das atividades.
Mais informações no site oficial.
 
FONTE: Bianca Baptista - bianca.baptista@fsb.com.br
 
 
 
 
AirlineRatings considera TAP a companhia mais segura da Europa e a quinta do mundo
 
A TAP integra o TOP 10 das companhias aéreas mais seguras do mundo, sendo a primeira na Europa e atingindo o 5º lugar a nível mundial. Foi esta a classificação atribuída para 2022 pelo site AirlineRatings, em janeiro, que se dedica a avaliar companhias aéreas de todo o mundo, tendo em consideração critérios como: acidentes nos últimos cinco anos; registros de incidente sério ao longo de dois anos; auditorias de órgãos governamentais e da indústria da aviação; auditorias governamentais; iniciativas de segurança líderes da indústria; idade da frota, e Protocolos de segurança COVID-19.
"Esta distinção nos honra muito. Continuaremos a posicionar implacavelmente a segurança como prioridade máxima", afirma a CEO da TAP, Christine Ourmières-Widener.
De acordo com o Editor-Chefe da AirlineRatings.com, Geoffrey Thomas, "a TAP Air Portugal tem um excelente histórico de segurança e isso não é surpreendente, pois manteve a sua frota jovem e sempre procurou as melhores aeronaves e foi uma das primeiras a adotar grandes avanços em segurança. O seu registo de incidentes nos últimos dois anos tem sido um dos melhores e a companhia aérea não sofreu nenhuma fatalidade na era moderna.” “A TAP Portugal tornou-se referência em segurança aérea e os seus protocolos COVID são líderes da indústria", conclui.
Gonçalo Nápoles, Safety Manager da TAP, destaca o elevado compromisso ao longo de vários anos de todos os colaboradores que tornou possível alcançar este reconhecimento. O responsável sublinha que esta distinção “representa o nível de compromisso com a segurança ao longo de anos, a excelência operacional conseguida pelo trabalho de todos e é a prova de que o trabalho de gestão de risco pode ser feito em consonância com a estratégia e as necessidades de transformação da empresa.”
 
FONTE: TAP AIRPORTUGAL - dseromenho@hom.ag

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp