04/01/2022 às 15h41min - Atualizada em 04/01/2022 às 15h41min

Projeto poços-caldense é premiado pela Fundação Palmares

FONTE: Carvalho Agência Cultural - FOTOS: Divulgação

O projeto Colheita: Alimentação Sagrada ficou em terceiro lugar na classificação geral
 
O projeto “Colheita: Alimentação Sagrada”, realizado pelo Terreiro de Umbanda Nossa Senhora da Conceição em 2021 e viabilizado com recursos da Lei Aldir Blanc - Edital LAB nº 04/2020 - Cultura Alimentar e Gastronomia, da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais e do Governo Federal, através da Secretaria Especial da Cultura/Ministério do Turismo, foi premiado no edital Vozes Regionais, organizado pela Fundação Palmares.
O prêmio Vozes Regionais teve como objetivo premiar e reconhecer iniciativas culturais produzidas por jovens entre 18 a 29 anos e que são pertencentes a Comunidades Tradicionais, como Comunidades Remanescentes de Quilombos ou Comunidades de Terreiro. O prêmio foi idealizado pela Fundação Palmares, uma organização do governo brasileiro que tem como missão a promoção e preservação da cultura negra e afro-brasileira. A organização atua há 34 anos em parceria com a sociedade e o movimento negro em defesa dos quilombolas, das religiões de matriz africana e das ações afirmativas com o objetivo de eliminar as desigualdades históricas e as discriminações raciais, étnicas e religiosas.
 
Para Fernanda Gonçalves Lourenço, dirigente do Terreiro de Umbanda Nossa Senhora da Conceição, "este projeto é um mergulho que estamos realizando e que aprendemos diariamente através do cuidado com as plantas e ervas a abrir nossos olhos e nos libertar.” A dirigente, que também atuou como pesquisadora e roteirista dentro do projeto, também destacou que o projeto "é um reencontro verdadeiro com a natureza e que podemos contemplá-la e aprender cada vez mais."
 
A produção audiovisual “Colheita: Alimentação Sagrada” é uma websérie de cinco episódios que reúne entrevistas com os mantenedores e frequentadores do terreiro, que compartilharam suas histórias, vivências e saberes. Além disso, aborda o manejo, cultivo e utilização das ervas para a alimentação e fins ritualísticos dentro da comunidade do Terreiro de Umbanda Nossa Senhora da Conceição, que está localizado no bairro São José, em Poços de Caldas (MG). 
A websérie é fruto de uma pesquisa permanente realizada pelo Terreiro e que mantém cultivadas em seu espaço ervas que são utilizadas para fins sagrados, ritualísticos, de alimentação e para pesquisas e estudos.
 
Thais Costa, que é produtora executiva do projeto, destaca que “os terreiros são fontes de conexão com as tradições afro-indígenas e com a cultura afro-brasileira e através da realização e reconhecimento de projetos como esse conseguimos preservar e valorizar nossa cultura e nossa religião, além de combater a intolerância religiosa e o racismo.”
 
Thiago Anderson da Costa, dirigente do terreiro, destaca que a conquista desse reconhecimento nacional trouxe muita alegria e confiança para darmos continuidade aos nossos trabalhos e ideias dentro do terreiro.”
 
O projeto tem a produção audiovisual assinada por Robson Américo e China Trindad e a pesquisa e roteirização realizada pelos dirigentes Thiago Anderson da Costa e Fernanda Gonçalves Lourenço.
 
A websérie está disponível para acesso gratuito através do site https://www.tunossasenhoradaconceicao.com/, onde também é possível acompanhar a catalogação fotográfica das ervas e assistir outras produções e projetos realizados pelo Terreiro de Umbanda Nossa Senhora da Conceição.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp