04/01/2022 às 15h04min - Atualizada em 04/01/2022 às 15h04min

+ DO TURISMO - 04/01

,
Campos de Jordão: muito além do inverno
 
Engana-se quem acredita que a visita a Campos do Jordão se resume às programações de inverno, a exemplo do famoso Festival de Inverno, que reúne atrações musicais nos meses mais frios. A cidade, localizada na Serra da Mantiqueira, no Estado de São Paulo, é cercada pelo charme das montanhas verdes da área serrana, matas preservadas nas florestas de pinheiros e a arquitetura influenciada pela cultura europeia que dá um toque alpino à localidade. "Muitos não sabem que a região apresenta as estações bem definidas, o que garante diversas possibilidades de passeios para pessoas de todas as idades e ao longo de todo o ano. Na primavera, os belos jardins florescem e, no verão, a flora nativa propicia uma refrescante alternativa ao calor das terras baixas", defende Carlos Eduardo Pereira, Diretor Executivo da Bancorbrás Turismo.

ATRAÇÕES - Com o horizonte repleto de picos verde-esmeralda, Campos do Jordão é marcada pelas belezas naturais e conta com diversos parques públicos. O Parque Capivari, um dos pontos turísticos mais visitados no município, é um deles. A reserva contém um lago, onde é possível alugar pedalinhos, a estação de onde parte a Estrada de Ferro, uma roda gigante e o teleférico, que faz o trajeto entre a cidade e o alto do Morro do Elefante, que possui 1.800 metros de altitude e oferece uma vista panorâmica da região. Outra opção é o Amantikir Garden, parque com 22 jardins que somam mais de 800 espécies de plantas, inspirado nos grandes jardins internacionais. Durante o trajeto os turistas poderão conferir o Jardim de Patamares, Jardim de Conífera, Jardim Alemão e Labirinto Clássico, entre outros espaços verdes encantadores.
O município também sedia atrações como o Palácio Boa Vista, residência de inverno do governador de São Paulo, decorado com obras de modernistas como Tarsila do Amaral e Candido Portinari. Na Casa da Xilogravura, museu dedicado à técnica em que a madeira entalhada serve de matriz para a impressão, reúne mais de 400 obras de artistas brasileiros e estrangeiros. Outro ponto de destaque é a gastronomia de influência europeia e elementos típicos da região serrana. "Por lá, fazem muito sucesso o fondue de queijos, carnes ou chocolate e os pratos à base de pinhão, usado em entradas, saladas, pratos principais e até sobremesas. Porém, não somente isso. Trata-se de um destino eclético na alimentação, na hospedagem, nos passeios e que permite variados estilos de viagens: pode ser entre amigos, com familiares ou algo romântico", pontua Carlos.
 
FONTE E FOTO: Assessoria de Imprensa Bancorbrás - Profissionais do Texto
 
 
 
 
Embarque e desembarque dos voos internacionais da GOL passam a ser feitos no Terminal 2 de Guarulhos a partir de 5 de janeiro de 2022


Em concordância com as diretrizes da GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, Guarulhos (GRU), a GOL Linhas Aéreas retorna a fazer o embarque e desembarque de todos os seus voos internacionais no Terminal 2 - Check-in C a partir de amanhã, quarta-feira (5/01). A medida foi tomada em razão do considerável aumento das operações no principal aeroporto que atende à capital paulista, em tempos de retomada consciente das viagens de lazer e corporativas.
Os voos internacionais da GOL estavam suspensos desde março de 2020, como consequência da pandemia do coronavírus, e estão sendo retomados gradativamente desde o último bimestre de 2021. As operações da Companhia para o Uruguai (Montevidéu), República Dominicana (Punta Cana) e Argentina (Buenos Aires), destinos a partir de Guarulhos para os quais a GOL voltou a voar até o momento, encontravam-se no Terminal 3 do aeroporto que é um dos seus principais hubs. A partir de 5/01, serão realizadas exclusivamente no Terminal 2, no qual a empresa também opera seus voos domésticos.
Aos seus clientes, a GOL está informando sobre a transferência do terminal para embarque e desembarque internacional via site, canais digitais e avisos de check-in, além de comunicado no próprio Terminal 2, que passa a conglomerar todas as operações da Companhia.
 
FONTE: InPress Porter Novelli
 
 
 
 
Companhias aéreas alcançam 84,7% da malha aérea doméstica no fim de 2021

As companhias aéreas nacionais registram, em dezembro, média de 2.036 decolagens diárias, ou 85,3% da malha doméstica que operavam no início de março de 2020 - quando haviam em torno de 2,4 mil partidas diárias, época em que a pandemia ainda não havia afetado o setor. É o melhor resultado em 21 meses, desde abril de 2020, quando a oferta diária de voos encolheu para 6,8%, ou apenas 163 voos por dia.
“Esses dados mostram a resiliência das companhias aéreas brasileiras, apesar das dificuldades geradas pela pandemia e da alta do querosene de aviação e dos constantes recordes de cotação do dólar em relação ao real, já que mais de 50% dos custos do setor são dolarizados”, afirma o presidente da ABEAR - Associação Brasileira das Empresas Aéreas, Eduardo Sanovicz. Segundo ele, a normalidade da operação aérea deverá ser verificada em março ou abril de 2022.
 
FONTE: imprensa@abear.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp