03/01/2022 às 15h19min - Atualizada em 03/01/2022 às 15h19min

Política é considerada um assunto ‘pouco importante’ para mais da metade dos brasileiros

FONTE E FOTO: Raphael Lucca mfpg@pressmf.global

Janiel Kempers, publicitário e especialista em marketing político, comenta o resultado da pesquisa do Instituto Locomotiva e analisa o cenário sociopolítico brasileiro
 
A política é um assunto que está sempre em alta na maioria dos países, porém, no Brasil, a cada 4 anos ela entra debaixo dos holofotes com mais evidência. 2022 é um desses momentos distintos: o ano da eleição. O Instituto Locomotiva, em parceria com a Fundação Tide Setúbal, realizou uma pesquisa em 2021 e revelou que, surpreendentemente, 57% dos brasileiros consideram ‘política’ um tema ‘pouco importante’. Além disso, a pesquisa aponta que 52% dos entrevistados evitam ou não conversam sobre o assunto.
 
Para Janiel Kempers, publicitário e especialista em marketing político, o resultado demonstra uma tentativa de aliviar o peso das escolhas políticas. “O brasileiro diz que não se importa ou não se envolve com política para tentar tirar de si a responsabilidade sobre as decisões políticas que acontecem no país”, opina. De acordo com ele, as atitudes tomadas como ‘eleitor’, estão diretamente conectadas aos acontecimentos que atingem a sociedade como um todo, como economia, saúde e educação.
 
O especialista explica que a política é um assunto muito mais importante do que se percebe na maioria das vezes, pois atinge todos os setores que formulam a sociedade e o dia a dia dos brasileiros. “Se pararmos para pensar, a política atinge segmentos da sociedade que nem imaginamos, desde do clube de futebol do qual você é torcedor até a escola privada em que seu filho estuda”, pontua.
 
Janiel defende que essa espécie de ‘negação’ e fuga do sentimento de culpa pela situação sociopolítica do país é reflexo de diversos fatores, como o descrédito nos perfis políticos que lutam por uma ‘democracia mascarada’, na qual a sociedade é excluída pelos líderes políticos. “Salvo as exceções, as decisões políticas estão sendo tomadas independente do pensamento popular”, explica.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp