27/12/2021 às 14h27min - Atualizada em 27/12/2021 às 14h27min

Pessoas em situação de rua têm almoço especial de Natal em Poços de Caldas

FONTE E FOTO: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
,
O verdadeiro espírito de Natal uniu servidores e voluntários para um farto almoço natalino oferecido a pessoas em situação de rua no município, no último sábado (25), no Centro POP de Poços de Caldas. Solidariedade, música e um cardápio muito especial, construído a várias mãos e corações, marcaram o feriado de Natal daqueles que não teriam condições de celebrar a data.
Aproximadamente 70 pessoas participaram do almoço festivo, que contou com o trabalho dos servidores da Secretaria Municipal de Promoção Social e de diversos voluntários. Além dos alimentos destinados pela Secretaria Municipal de Promoção Social, por meio do Restaurante Popular, responsável pela produção das refeições, o Centro POP recebeu muitas doações, entre doces, refrigerantes, carnes, massas, saladas e até mesmo um panetone de 4kg, entre outros gêneros, de parceiros como empresas, hotéis e pessoas físicas.
“O almoço de Natal foi pensado dentro da lógica da Política de Assistência Social de entender a pessoa em situação de rua como um sujeito de direitos. Muitos deles, exatamente por estarem nessa condição, não têm a possibilidade de ter um almoço natalino. Foi um dos momentos mais emocionantes que tive a oportunidade de vivenciar na minha trajetória de 17 anos na Secretaria Municipal de Promoção Social, estando junto com as pessoas que mais precisam dos nossos serviços”, destacou o secretário Carlos Almeida, que também fez seu almoço de Natal no Centro POP. Ele aproveitou para agradecer a todos os voluntários e as doações recebidas, que foram fundamentais para que o almoço fosse realizado.
A população de rua é definida pela Política Nacional para a População em Situação de Rua, instituída pelo Decreto nº 7.053, de 23 de dezembro de 2009, como o “grupo populacional heterogêneo que possui em comum a pobreza extrema, os vínculos familiares interrompidos ou fragilizados e a inexistência de moradia convencional regular, e que utiliza os logradouros públicos e as áreas degradadas como espaço de moradia e de sustento, de forma temporária ou permanente, bem como as unidades de acolhimento para pernoite temporário ou como moradia provisória”.
 
REDE DE ATENDIMENTO - Em Poços, a rede de atendimento da pessoa em situação de rua tem como porta de entrada o Serviço de Abordagem Social, que funciona 24 horas por dia. As equipes abordam as pessoas nas ruas, na tentativa de convencê-las a aceitar o acolhimento. Quando a resposta é positiva, a pessoa em situação de rua é encaminhada ao Centro POP ou a um dos abrigos institucionais parceiros da Secretaria Municipal de Promoção Social, onde é possível contar com higienização, alimentação, roupas e local adequado para dormir. Além da busca ativa, o serviço atende também a demanda da comunidade, pelos telefones 156 e 3697-2645.
No Centro POP, é possível tomar banho, lavar roupas, se alimentar, participar de oficinas de convivência e passar por atendimento com psicólogos e assistentes sociais, além do encaminhamento aos abrigos, casas de passagem, Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e Consultório na Rua. No caso de migrantes, é feito também o redirecionamento à cidade de origem. Hoje, o município trabalha em colaboração com duas casas de passagem e dois abrigos permanentes.
“Nosso trabalho visa oferecer às pessoas em situação de rua oportunidades para que elas possam ressignificar suas trajetórias de vida, por meio de um trabalho permanente e integrado, sempre pensando na reinserção social”, finaliza o secretário municipal de Promoção Social, Carlos Almeida

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp