16/12/2021 às 15h27min - Atualizada em 16/12/2021 às 15h27min

Documentário sobre o cancioneiro da Catira em Poços de Caldas estreia nesta quinta, dia 16

FONTE: Bibi Rodriguez - Fotos: Dani Alvisi
,
Aprovado no Edital Premiação Culturas Populares do Fundo Estadual de Cultura de Minas Gerais, poderá ser visto em plataforma digital aberta
 
O minidocumentário “Catira - a dança tradicional do Sul de Minas” estreia nesta quinta-feira, 16 de dezembro, às 19h, no YouTube (www.youtube.com/DançaPraCriança). O filme é resultado da premiação Culturas Populares do Fundo Estadual de Cultura de Minas Gerais, recebido pela gestora Angélica Vianna, em reconhecimento ao seu trabalho de mais de 15 anos à frente do projeto Dança Pra Criança e na preservação da cultura da Catira em Minas Gerais.
De acordo com a roteirista, fotógrafa e diretora de edição do projeto, Dani Alvisi, o documentário ilustra a pesquisa e a produção cultural da Associação Grupo Entre Nós, criada por Angélica Vianna, e o seu importante trabalho para difundir e preservar a cultura popular mineira. “Objetivamos, principalmente, a manutenção de processos de transmissão intergeracional de saberes populares e o reconhecimento do patrimônio imaterial da cidade de Poços de Caldas, dando visibilidade a obra autoral de nossos mestres”, revela.
 
Em “Catira - a dança tradicional do Sul de Minas” será possível conhecer parte do cancioneiro da Catira em Poços de Caldas e as canções dos mestres violeiros Geraldo Damião, Maria Lucia de Paula e Natalino Procópio Marques, com a participação de Pedro Paulo da Silva. Ainda na tela, uma apresentação de dança com o Grupo de Catira Poços-caldense.
 
Antes da exibição do mini doc e como atividade de contrapartida ao apoio do FEC, haverá uma live com a realizadoras do projeto, Angélica Vianna, Dani Alvisi e Bibi Rodriguez. A proposta, segundo Bibi Rodriguez, é um bate papo descontraído sobre a trajetória da bailarina e seus projetos de apoio à Catira no Sul de Minas. “Pretendemos provocar nos expectadores um sentimento de identificação com essa cultura popular tradicional e servir de referência para a realização de projetos que também promovam a valorização e salvaguarda das tradições folclóricas que identificam e diferenciam o povo brasileiro dos demais”, afirma.
 
O filme foi executado com recursos do Fundo Estadual de Cultura de Minas Gerais, oriundos do Edital FEC 03/2020 Culturas Populares - Premiação Pessoa Física, com realização do Governo de Minas Gerais - Governo Diferente Estado Eficiente.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp