13/12/2021 às 15h56min - Atualizada em 13/12/2021 às 15h56min

Programa Poços Doar prevê ações de conscientização nos meses de janeiro, julho e dezembro

FONTE E FOTO: Assessoria de Imprensa da Câmara de Poços de Caldas
;
Na última semana, o prefeito Sérgio Azevedo sancionou a Lei Municipal que institui o Programa Poços Doar, de iniciativa do vereador Wellington Paulista (DEM). A proposta consiste na realização, pelo Executivo, de campanhas que deverão ocorrer nos meses de janeiro, julho e dezembro de cada ano, com o objetivo de motivar e conscientizar as pessoas sobre a importância do ato voluntário de doação de sangue.
Segundo Paulista, a expectativa é que, logo em janeiro de 2022, haja uma grande mobilização por parte de esportistas e entidades de Poços para a doação de sangue. “Estivemos no gabinete do prefeito, nesta semana, participando da sanção da lei do Poços Doar. Esportistas e representantes de diversas entidades, além da equipe do Hemominas, estiveram presentes. Este foi mais um passo importante desse projeto, que vem somar às políticas públicas do município. Estamos organizando uma grande mobilização para o mês de janeiro, com a finalidade de chamar toda a população para esta causa”, diz o parlamentar.
 
Recentemente, a coordenadora e gerente técnica da Fundação Hemominas em Poços, Cibele Angélica de Souza Spina, o gerente administrativo Juliano Souza Santos e a captadora Maria Lauricéia Esteves Cardoso estiveram na Câmara, a convite do vereador Paulista, para falar sobre o trabalho desenvolvido pela instituição, as ações visando fomentar a doação voluntária de sangue e os desafios encontrados atualmente. Na oportunidade, eles destacaram que é preciso desenvolver atividades que modifiquem a atitude e removam a inércia de cidadãos de um país como o Brasil, que não possui a cultura da doação de sangue.
 
O projeto apresentado pelo vereador, hoje Lei Municipal n. 9.516, vem fortalecer o trabalho que já é realizado em Poços, mantendo os estoques abastecidos durante todo o ano. “Sabemos que este gesto repleto de solidariedade pode salvar muitas vidas. Frequentemente, vemos notícias do baixo estoque de sangue e da necessidade de uma conscientização maior das pessoas para essa ação. Dessa forma, o intuito dessa lei aprovada é manter os estoques sempre abastecidos não apenas em datas específicas, ou quando alguma pessoa conhecida precisar, mas durante todo o ano através de campanhas fixas”, finaliza Paulista.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp