14/10/2021 às 15h24min - Atualizada em 14/10/2021 às 15h24min

Fotógrafo poços-caldense participa de exposição no IMS Paulista

FONTE E FOTOS: Dani Vilas Boas - danivilasboas06@gmail.com
,
A seleção reúne fotografias, manuscritos, vídeos, material documental, além de obras de cerca de 60 artistas que dialogam com a produção da escritora Carolina Maria de Jesus, entre eles o fotógrafo Léo Felipe (foto)
 
O Instituto Moreira Salles exibe em sua sede de São Paulo (SP), desde o dia 25 de setembro, a exposição Carolina Maria de Jesus: um Brasil para os brasileiros. Entrelaçando diferentes linguagens, a mostra apresenta a trajetória e a produção da escritora, ressaltando aspectos pouco conhecidos de sua vida e obra.
Fruto de uma pesquisa de quase dois anos, a seleção reúne fotografias, manuscritos, vídeos e material documental. Traz ainda obras de artistas que dialogam com a produção de Carolina. A curadoria é do antropólogo Hélio Menezes e da historiadora Raquel Barreto e a assistência de curadoria, da historiadora da arte Luciara Ribeiro.
 
Entre os 60 artistas convidados está o fotógrafo poços-caldense Léo Felipe, que viralizou na internet com uma releitura de uma antiga fotografia de Carolina Maria de Jesus e Ruth de Souza.
“Eu havia feito a foto especificamente para meu projeto de fotografia documental chamado ´Toda Alma é Raiz!´. O projeto tem o objetivo de registrar a beleza e o cotidiano de pessoas negras. Como grande fã de Carolina, decidi fazer uma releitura de uma fotografia que fizeram dela com Ruth. A foto viralizou na internet e então os curadores me convidaram para compor a exposição”, disse o fotógrafo.
 
Na seleção, é possível observar como Carolina interpretou as contradições, a política e a desigualdade do Brasil de seu período. A exposição evidencia também a importância histórica da autora para pautas como o antirracismo, as lutas pelo letramento e pela moradia. Temas que vão de encontro ao trabalho e vivência de Léo Felipe.
“É com certeza o momento mais importante da minha carreira, afinal é a maior exposição sobre Carolina Maria de Jesus da história. E querendo ou não, a arte é embranquecida e elitizada. E ter uma exposição com 90% dos artistas pretos, é muito significativo”, afirmou.
 

Para visitar a mostra em SP, é preciso realizar agendamento prévio e gratuito pelo site. O vídeo, realizado por Maria Clara Villas, está disponível no YouTube do IMS.
A exposição dedicada a Carolina Maria de Jesus integra também a programação expandida da 34ª Bienal de São Paulo, que poderá ser visitada gratuitamente no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque Ibirapuera, até 5 de dezembro de 2021.
 
Para mais informações, acesse: https://ims.com.br/exposicao/carolina-maria-de-jesus-ims-paulista/


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp