05/10/2021 às 14h19min - Atualizada em 05/10/2021 às 14h19min

NOTAS RÁPIDAS - 05/10

MINISTÉRIO DO TURISMO E EMIRATES - NEGÓCIOS EM DUBAI
 
O Ministro do Turismo do Brasil, Gilson Machado Neto, e sua delegação estiveram presentes na Expo Dubai 2020. Junto à sua Alteza Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, presidente e CEO da Emirates Airline e do Grupo Emirates, as autoridades abordaram maneiras de promover a cooperação em uma série de áreas, incluindo o apoio ao fluxo de visitantes, além do fortalecimento dos esforços para apoiar a recuperação do turismo no Brasil.
 
FONTE: LLYC - emirates-spa@llorenteycuenca.com
 
 
ADVOGADO ORIENTA COMO SE PREVENIR DO GOLPE DO WHATSAPP DUPLICADO
 
O WhatsApp é um bom aplicativo, mas existem golpistas que estão se aproveitando da ferramenta para praticar crimes. Em 2020, por exemplo, foi comum a propagação de falsas notícias sobre o coronavírus, golpes envolvendo o Auxílio Emergencial, além dos phishing (vírus, spam) e contas clonadas. A mais nova prática descoberta pela Polícia Civil é a de que o Whatsapp de alguns usuários vêm sendo duplicados. Nessa estratégia, o criminoso consegue se passar por alguém próximo da vítima,
E para enganar fica fácil, porque, além de ter as mesmas características, o golpista inventa uma história para justificar a troca de número e pede depósitos em dinheiro. O advogado Sergio Rodrigo Russo Vieira da dicas de como se prevenir. Ele começa dizendo que é preciso ficar atento desde a primeira mensagem. "Ao receber uma mensagem de alguém supostamente conhecido, e que está pedindo dinheiro, o ideal é confirmar a autenticidade do pedido por meio de uma ligação ou algo que evidencie de que ele/ela", afirma Sergio.
"Assim que possível, ligue diretamente para pessoa e o avise de que tem outro se passando por ele", acrescentou. Realize a denúncia diretamente no aplicativo
 
FONTE: Fabiano de Abreu - mf@pressmf.global
 
 
 
 
UFMG OFERECE 'KIT MEMÓRIA' AOS FAMILIARES EM LUTO PERINATAL
 
O projeto de extensão Renascer: cuidados paliativos perinatais, da Escola de Enfermagem da UFMG, passou a oferecer um kit memória às mulheres e familiares após experiências de perda gestacional e perinatal. O objetivo é que as famílias construam uma memória do bebê que se foi por meio, por exemplo, de objetos, lembranças físicas e conexão emocional. 
As ações do projeto são desenvolvidas no Hospital das Clínicas da UFMG/EBSERH e no Hospital Municipal Odilon Behrens, sob a coordenação da professora Juliana de Oliveira Marcatto, do Departamento de Enfermagem Maternoinfantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem
kit memória é composto por uma touca, um par de sapatos de tricô, um par de ‘borboletas memória’ desenvolvidas pela ONG Costurando o Bem, um impresso padronizado para registro das impressões palmar e plantar e mecha de cabelo do bebê (ou qualquer material que a equipe ou a família deseje coletar). No Hospital das Clínicas, a família é avisada da possibilidade de registrar as memórias do bebê por meio do kit; caso manifeste o desejo de fazer os registros, a coleta é, garantindo o envolvimento dos familiares em todas as etapas. Segundo a coordenadora do projeto, caso a família não tenha interesse pelo registro da memória, a equipe segue oferecendo todos os cuidados.
 
FONTE: Assessoria de Comunicação da Escola de Enfermagem da UFMG
 
 
 
 
MUSEU DO AMANHÃ LANÇA VERSÃO ONLINE DO JOGO HUMANO DO AMANHÃ
 
Você estaria disposto a espalhar uma fake news para beneficiar a si próprio? Esta é uma das perguntas da versão online e reduzida do jogo Humano do Amanhã, que acaba de ser lançada pelo Museu do Amanhã, com patrocínio da EY. O game possibilita o jogador a descobrir, de forma divertida, qual é o seu perfil em um mundo conectado com as tendências do futuro. Para jogar, acesse o link .
Ao responder sete questionamentos com as opções "sim", "não" ou "talvez", o público poderá descobrir qual dos nove personagens propostos pelo jogo tem mais a ver com seu perfil. Cada personagem é inspirado nas tendências de comportamento dos próximos anos. É possível, ainda, contribuir para melhorias no game ao responder a uma rápida pesquisa ao final da experiência.
 
FONTE: Atômica Lab - gabriella.lopes@atomicalab.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp