28/09/2021 às 14h48min - Atualizada em 28/09/2021 às 14h48min

San Francisco: cosmopolita, alegre, cidade “paz e amor”

Crônicas de viagem do livro "Lurdinha Camillo - Pelo Mundo"
FOTOS: Brand-News
,
  Bem, fazia um ano que estava programada a viagem para San Francisco. Como “freguês assíduo” do encontro internacional de turismo Pow Wow, que acontece a cada ano em uma cidade americana, o Brand-News já é considerado prata da casa.
  San Francisco engana com a cara desapegada de valores materiais. Não é bem assim. Tem a Macy’s, a Gap, a Levi’s Flagship Store, que está em sua cidade natal e decidiu tomar quase um quarteirão, a William’s Sonoma, uma gigante em artigos culinários, a chiquérrima Sack’s, e aiaiai, Victoria’s Secrets, os chocolates Ghirardelli, onde me acabei... uiuiui
  Os prédios altíssimos e de design futurista nos fazem imaginar foguetes e ônibus espaciais entre eles, como no desenho da série Os Jetsons. Mas o famoso bondinho, estrela maior de San Francisco, nos leva através das ruas de sobe-e-desce, para o charme da área vitoriana, com seus sobrados em alinhados tons pastéis, bay windows com cortinas de renda, e ruas com o delicioso aroma dos Starbucks convidando a adotar o estilo americano do infalível copo de café quente à mão.
  Dormir? Eu sempre achava um desperdício. Pois tenho que confessar: sempre achei que enquanto durmo, do outro lado do mundo todo mundo está acordado. E eu dormindo...
  
  AL CAPONE - O leitor, sem dúvida, já conhece a história de Al Capone, o gangster que nos anos 20 não perdoava ninguém e infringia leis como quem troca de colete risca de giz. Pois o mais vil dos criminosos entrou pelo portão da frente da famosa e lendária Alcatraz, por tempo indeterminado. Ganhou um kit com lençóis, cobertor e um uniforme de detento. Da minúscula claraboia, viu a baía de águas geladas e o contorno de San Francisco. Quem ficaria indiferente por estar perdendo um dia de sol naquela que é a mais feliz das cidades americanas? Nem o mais durão dos bandidos!
  Em nossas viagens anteriores, vimos da baía, a fantasmagórica ilha de Alcatraz. Desta vez, fomos conhecer in loco a terrível prisão. Passar pelas celas e corredores, estremece até a mais insensível das criaturas. Lugar para esquecer.
 
  Mas SF é toda alegria e diversão. E tem para todos os gostos. Gosta de praia? Tem! Com água de gelar os ossos, mas tem! Campo? Os famosos vinhedos Napa Valley merecem um pilequinho. Restaurantes? Tudo consta. Compras, história? A dar e vender. Só faltava ser bonita. Pois é. Demais!
  Falei de Lombard Street, a rua sinuosa com curvas espremidas em uma inclinação de 27 graus? Florida o ano inteiro, é também um dos cartões postais de San Francisco.
  Tome o fôlego ou o bondinho para descer as 11 colinas, cenário de mais de uma centena de filmes rodados na cidade.
  Aliás, não há pressa por lá. E todos parecem estar de férias. As calçadas são disputadas no melhor estilo “paz e amor”. E não é que esse slogan foi inventado lá, nos anos 60?
 
  Ah! Vou dar uma dica. Quando for a San Francisco, dedique um dia para passear em Salsalito, cidadezinha pequenina, linda, toda em estilo vitoriano, com restaurantes renomados e uma vista inesquecível a 45 minutos do centro de SF. O táxi faz um stop para fotografias num mirante com a Ponte Golden Gate de cenário. Melhor? Não tem! O retorno, pelo confortável vapor que faz a travessia, também vale pela vista.

 
Janeiro 2003



 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp