20/09/2021 às 15h51min - Atualizada em 20/09/2021 às 15h51min

Monumento “Poços de Caldas Analfabetismo Zero”, homenagem ao educador Paulo Freire, foi revitalizado

FONTE E FOTO: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
Em uma ação conjunta de diversas secretarias municipais, a Prefeitura de Poços de Caldas revitalizou o monumento “Poços de Caldas Analfabetismo Zero”, localizado na Praça do Espaço Cultural da Urca. Inaugurado no início da década de 90, o monumento é uma homenagem ao educador e filósofo Paulo Freire, que completaria 100 anos em 19 de setembro de 2021, último domingo.
Em uma força-tarefa iniciada dia 13 de setembro, que reuniu as secretarias municipais de Cultura, Serviços Públicos, Projetos e Obras Públicas e Turismo, além da DME Distribuição, o monumento ganhou limpeza especial, paisagismo e melhorias na iluminação.
A revitalização foi uma solicitação da professora aposentada e pesquisadora Maria José de Souza, a Tita, que ao lado da professora Maria Helena Braga, atual secretária municipal de Educação, escreveu a Cartilha do projeto. O documento de 51 páginas foi impresso pela gráfica Brasil, em 1991. É de autoria da professora Tita, também, a mensagem inscrita no monumento: “Ao educador Paulo Freire pela proposta e pela coragem”.
 
Poços de Caldas se destacou no cenário nacional à época pelo projeto “Poços Analfabetismo Zero”, desenvolvido pela então Secretaria Municipal de Educação e Cultura, tendo como secretário o professor José Castro de Araújo. Com práticas educativas baseadas nas pesquisas do educador Paulo Freire, que incluíam visitas domiciliares aos alunos, reuniões semanais com os monitores e aulas elaboradas a partir da realidade dos alunos, o projeto visava erradicar o analfabetismo no município.
 
PEDAGOGIA CRÍTICA - Segundo informações da Agência Senado, Paulo Freire nasceu em 19 de setembro de 1921 no Recife (PE) e é reconhecido pelo método de alfabetização desenvolvido na década de 1960 e aplicado com sucesso entre cortadores de cana-de-açúcar em Angicos, no Rio Grande do Norte.
Preso e depois exilado por 15 anos durante a ditadura militar, Freire espalhou sua pedagogia crítica pelo mundo. Autor da obra Pedagogia do Oprimido, Paulo Freire é o terceiro teórico mais citado em trabalhos na área de humanas em âmbito mundial. Patrono da Educação Brasileira, foi também detentor de mais de 40 títulos de doutor honoris causa.
 
 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp