14/09/2021 às 14h54min - Atualizada em 14/09/2021 às 14h54min

Secretaria de Cultura entrega fachadas recuperadas do Museu do Café

FONTE: Assessoria de Imprensa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo - FOTO: Barbara Perez
Fachada recuperada do Museu do Café, em Santos

O restauro faz parte da programação dos 99 anos do edifício da antiga Bolsa Oficial de Café, em Santos; evento contou com participação do secretário Sérgio Sá Leitão e do prefeito Rogério Santos
 
Ainda em comemoração aos 99 anos do edifício da antiga Bolsa Oficial de Café, celebrado em 7 de setembro, o Museu do Café - da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo - realizou uma cerimônia especial de entrega da fachada após a conclusão das obras de conservação e manutenção que tiveram início há um ano. O evento aconteceu na manhã desta terça-feira (14) e contou ainda com a inauguração do novo auditório da instituição.
O secretário de Cultura e Economia Criativa de São Paulo, Sérgio Sá Leitão, visitou o Palácio do Café para conhecer as instalações e exposições atualmente em cartaz no Museu. Em seu percurso, passou também pelo auditório, uma novidade que agregará ainda mais valor ao patrimônio, ampliando o leque das programações culturais e possibilitando o crescimento da captação de recursos por meio de locações.
"Estamos devolvendo a gloria original para este museu que é tão importante para a história do Brasil", afirmou o secretário durante o evento.
Para marcar o momento, o coral do Grupo Tirolli apresentou um musical na varanda do prédio, um dos muitos locais contemplados nas intervenções.
 
AS OBRAS - Os serviços de recuperação foram aprovados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) e Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos (Condepasa) - órgãos pelos quais o edifício é protegido. O investimento total foi de R$ 2.868.690,23, com recursos provenientes do Ministério Público do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.
As intervenções ocorreram por meio da empresa Estúdio Sarasá Conservação e Restauração, selecionada por meio de chamamento público, e contemplaram todas as fachadas do edifício (Ruas XV de Novembro, Frei Gaspar e Tuiuti), além da Torre do Relógio.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp