05/01/2021 às 14h34min - Atualizada em 05/01/2021 às 14h34min

#BRANDNEWSCONECTADO

Por Carol Affonso - @carolonlline
RETROSPECTIVA 2020
 
Se você também está com a impressão de que 2020 foi o ano mais longo da sua vida, veja abaixo alguns acontecimentos que ajudam a explicar o porquê dessa sensação:
 
Jeff Bezos se torna o homem mais rico do mundo com patrimônio de 182,4 bilhões de dólares;
Airbnb faz IPO em 10 de dezembro na Nasdaq, com uma abertura de capital avaliada em U$ 100 bilhões;
Salesforce compra o Slack, a "queridinha" das empresas na pandemia, por U$ 27 bilhões;
A startup C6 Bank anuncia captação de R$ 1 bilhão pela Credit Suisse e 40 investidores privados e se torna o mais novo unicórnio brasileiro, com valuation estimado em mais de R$ 2 bilhões;
Disney+ entra com força no mercado mundial, faz uma ação de marketing junto a vários players brasileiros, incluindo o maior canal de comunicação do Brasil, e acirra ainda mais a guerra dos streamings;
- No começo da pandemia, a plataforma de videoconferência Zoom cresce mais de 1.123% e tem 355% de lucro em relação a 2019;
- Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, ultrapassa Bill Gates e torna-se o segundo homem mais rico do mundo, com US$ 124 bilhões;
A Tesla, empresa de carros autônomos, vira a montadora mais valiosa do planeta (US$ 207,2 bilhões) e ultrapassa a Toyota (US$ 201,9 bilhões), sua concorrente, com 83 anos;
SpaceX torna-se, pela primeira vez na história, a primeira empresa privada a ter uma tripulação de astronautas em órbita;
Airpods, os fones sem fio da Apple, geram mais receita do que Spotify, Twitter, Snapchat e Shopify juntas;
O "Efeito Netflix" se consolida com a série O Gambito da Rainha. A série sobre xadrez atingiu 62 milhões de lares no mundo, aumentou em 250% a procura por "tabuleiro de xadrez" no Ebay, fez o termo "como jogar xadrez" atingir maior pico da década no Google, tornou best-seller o livro que inspirou a série, e fez o número de jogadores online no chess.com subir 500%;
O TikTok torna-se o aplicativo mais baixado do ano e provavelmente a empresa mais disputada também. Oracle e Walmart fizeram uma parceria para obter 20% da rede social (12,5 e 7,5 % respectivamente);
McDonalds se rende à carne de planta (seguindo exemplos da Impossible Foods e da Fazenda do Futuro) e mostra que a carne que não é carne, veio para ficar.




*O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp