26/07/2021 às 15h34min - Atualizada em 26/07/2021 às 15h34min

Flipoços 2021 segue com programação disponível e livraria virtual no ar

FONTE E FOTOS: Assessoria de Imprensa Flipoços - GSC Eventos Especiais
,
Primeira Residência Literária começa nesta segunda
 
Foram cinco dias de mesas, debates, oficinas, peças de teatro e atividades lúdicas dentro do Flipoços Virtual 2021 - Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, realizado de 21 a 25 de julho. Pelo segundo ano consecutivo, o evento foi totalmente online, transmitido pela plataforma flipocos.com.  Nas duas salas com exibições simultâneas: Autores e Lançamentos e SESC Flipocinhos, o público pôde acompanhar mais de 60 atrações nacionais e internacionais: autores, jornalistas, professores e editores que trouxeram os mais variados assuntos para o Festival.
A Sala SESC Flipocinhos reafirmou a tão importante parceria já consolidada do SESC Minas com o Festival Literário Internacional de Poços de Caldas e levou arte e entretenimento para as crianças, neste período de recesso escolar. O escritor Daniel Munduruku participou mais uma vez do Flipoços, falando sobre como surgiram os mitos indígenas brasileiros. "Eu gosto muito de contar histórias porque elas moram dentro da gente, né!? Leiam autores indígenas, leiam literatura indígena, porque isso nos ajuda a formar uma outra visão de mundo. Do mesmo jeito que eu vim pra cidade, estudei e aprendi essa visão do mundo ocidental e não me arrependo disso, porque isso me ajudou a me tornar mais humano, façam o caminho inverso, as culturas originárias do Brasil moram dentro de cada um de nós".
O jornalista Marcelo Lins falou sobre a obra "Um Longe Perto - histórias de um jornalista nesse mundo que dá voltas", acompanhado do também jornalista André Fran. "Muito obrigado pelo convite, foi um prazer estar aqui. Estamos ainda em um momento complexo e de pandemia, não é hora de descuidar, precisamos manter as medidas todas pra logo ali na frente, a gente virar essa página. Mas enquanto isso, enquanto não dá pra virar essa página, vamos ler", incentivou Lins.
O Flipoços também foi o palco de lançamentos como "Brasil Tumbeiro", pela Editora Mostarda. O autor, o ex-goleiro Mário Aranha, participou da Mesa “História do Negro no Brasil, narrativas esquecidas”, com Francisco Lima Neto (autor do livro Laudelina de Campos Mello) e Lucia Vera, do Centro Cultural Afro-Brasileiro Chico Rey. "Pra mim foi muito importante ter participado do Flipoços, que é um evento consolidado, de sucesso e que atinge muitas pessoas. A gente precisa de espaços para expor nossas ideias, para debater soluções e como meu livro, ao meu modo de ver, traz soluções, então foi muito importante ter esta oportunidade", pontuou Aranha.
 
Flipocos.com e Livraria Flipoços
 
Uma das novidades deste ano, com mais de 20 editoras parceiras e inúmeros títulos vendidos simultaneamente durante a exibição da programação, a Livraria Flipoços traz descontos exclusivos e preços especiais para o público do Festival. A loja segue no ar em www.livrariaflipocos.com.br. A Editora Outra Margem participou pela primeira vez do evento e já planeja a continuidade desta parceria. "Foi uma experiência muito legal. A gente que ainda não tinha participado presencialmente, participar virtualmente é um passo pra gente se encontrar presencialmente, assim que possível. Esta é uma plataforma de conhecimento dos nossos autores e de aproximação com o público. Já pensamos na perpetuação deste trabalho", disse o editor Rick da Cunha.
A Ediouro também foi parceira em mais esta edição. "É a oportunidade dos leitores poderem conhecer a história do surgimento e da construção de cada obra. O virtual é uma solução para este momento, porque mesmo longe, a gente consegue estar perto e isso é muito bom", comentou Natália Lourenço Simas Moreira, analista de marketing.
A plataforma flipocos.com, criada exclusivamente para o evento, tem acesso fácil, oferece interatividade e ficará no ar até o início de setembro, com toda a programação do Festival disponível, para o público ver, rever e compartilhar, quantas vezes quiser.
Graças a este formato online foi que a tricoteira Lucélia de Sales, 43, conseguiu ver e ouvir o Festival diretamente de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. "Foi a primeira vez que participei, achei muito fácil de usar a plataforma, com um cadastro bem simples. Enquanto vou tricotando, vou assistindo e ouvindo os escritores. Tem várias atrações que ainda quero ver nos próximos dias". Já a estudante Isabelle Reis, 17, acompanhou tudo diretamente de Recife, Pernambuco. "Gostei bastante, achei o site fácil, didático e muito bonito. Não conhecia o evento e adorei!".
 
Para a idealizadora e curadora do Festiva Literário Internacional de Poços de Caldas, Gisele Corrêa, este foi mais um desafio vencido. “Me sinto aliviada e com sensação de missão cumprida. Para mim era questão de honra realizar essa edição com sucesso e resultado efetivo para todos. E felizmente conseguimos encontrar um formato extremamente satisfatório para o público visitante, escritores, editoras parceiras e vendas, tudo conciliado em um mesmo ambiente virtual de fácil acesso e navegação. A plataforma ainda ficará no ar para quem quiser ver e rever todo o conteúdo das mesas e encontros dessa edição e adquirir os livros com descontos. Encerramos com chave de ouro a 16ª edição do Flipoços e já nos preparando para 2022”.

  

 
1ª Residência Literária Virtual Flipoços e Camões Brasil
 
Outra novidade lançada pelo Flipoços é a 1ª Residência Literária Virtual, um projeto realizado pela GSC Eventos e pelo Camões - CCP Brasília. Com início nesta segunda, 26 de julho, às 10h30, horário de Brasília, e 14h30, em Portugal, quando todos poderão acompanhar em tempo real o “city tour virtual” dos autores portugueses - Teolinda Gersão e Joel Neto, por Poços de Caldas. Eles foram convidados pela organização para estrear o Projeto e fortalecer a parceria entre Brasil e Portugal, além do intercâmbio cultural que o Flipoços tem promovido em prol da valorização da língua portuguesa e lusofonia na última década.
O objetivo da residência é que os autores convidados desenvolvam textos baseados na “História Literária de Poços de Caldas”. Para isso eles seguirão uma maratona de cinco webinares com historiadores, pesquisadores e escritores de Poços de Caldas - que os guiarão no city tour virtual mesclado por vídeos de época e atuais e bate-papos elucidativos ao tema.
A Residência terá duração de 20 dias e todas as webinares poderão ser assistidas ao vivo pelo público que pela primeira vez vai acompanhar um “reality literário”. Todos os encontros dos autores Joel Neto e Teolinda Gersão com o público terão transmissão pelas redes sociais Facebook e Youtube do Flipoços, Camões e parceiros.
O portal de notícias e de informações sobre o mercado editorial brasileiro, Publishnews, aproveita a Residência Literária Virtual Flipoços Camões 2021 para lançar o DNA PublishNews, o seu laboratório de mídia. Ao longo de todo o período da Residência, uma página vai emular as situações vividas por Teolinda Gersão e Joel Neto como se eles estivessem, de fato, em Poços de Caldas. Acompanhe em https://www.flipocos2021.com/
 
 
SERVIÇO
O 16º. Flipoços - Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, edição virtual, tem o Patrocínio Master DME (Departamento Municipal de Eletricidade) por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e da Curimbaba pela Lei de Incentivo Federal. Patrocínio Cultural Transtassi, Kindle Direct Publishing e EPTV. Realização GSC Eventos Especiais. Apoio Cultural da Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, Instituto Conhecimento Liberta, União Literária de Minas Gerais, Sesc Minas e Livraria Oficial Martins Fontes Paulista. Realização GSC Eventos Especiais
Mais informações na plataforma www.flipocos.com e pelo telefone (35) 3697-1551.
 
 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp