22/07/2021 às 16h51min - Atualizada em 22/07/2021 às 16h51min

Nesta sexta, Pocinhos do Rio Verde retoma Turismo de Saúde

FONTE E FOTO: Jussara Maricchi / Prefeitura de Caldas/MG
Parte da equipe do Balneário com Geraldo Magella, secretário de Cultura e Patrimônio Histórico de Caldas - Da esquerda para a direita: Pedro, Marli, Leonardo, Magella, Sissa e Jussara
,
Balneário de Pocinhos do Rio Verde vai oferecer tratamentos médicos com ênfase no termalismo; à frente do serviço está Jussara Marrichi, especialista em Espaços Termais e Balneários
 
Atendimento médico com ênfase no Termalismo para a população local e turistas, de forma gratuita. Esta é a novidade anunciada pela Secretaria Municipal de Cultura, Patrimônio Histórico, Turismo, Esporte e Lazer de Pocinhos do Rio Verde e pela Secretaria de Saúde de Pocinhos do Rio Verde depois de várias reuniões de trabalho com a equipe do Balneário, um dos mais importantes patrimônios da vizinha cidade sul-mineira. Inicialmente as consultas e tratamentos vão ser realizados às sextas e sábados, sendo que é necessário agendar os horários por telefone ou no próprio local. O início está marcado para esta sexta-feira, 23 de julho.
“É Minas retomando uma tradição termal de saúde com esse ineditismo de consultas médicas gratuitas com ênfase no termalismo, extensivo aos turistas”, disse Jussara Marrichi. Doutora em História pela Unicamp com pesquisas voltadas os Espaços Termais e Balneários, Jussara disse que a prioridade da sua atuação será em projetos de saúde a serem implementados para a população a partir das águas minerais. Segundo ela, para que isso aconteça de maneira consistente e eficiente foi criada uma equipe multidisciplinar que irá oferecer atendimentos termais especializados.
De acordo com Jussara, o Termalismo é, antes de tudo, acesso e prioridade. “Estou muito feliz pela lembrança e confiança em meu nome para um projeto tão importante e colocarei à disposição da população e visitantes todos os meus conhecimentos para que a cidade seja reconhecida como um grande centro termal não só em Minas Gerais, mas em todo o país”, disse.
 
O estado de Minas Gerais sempre ocupou lugar de destaque no uso e aplicação das águas minerais e Caldas também teve o seu mérito em notícias importantes sobre os efeitos benéficos de suas águas nos séculos XIX e XX, principalmente por causa de suas fontes alcalino-sulfurosas, carbonatadas e bicarbonatadas sódicas que se encontram no parque onde se localiza o Balneário de Pocinhos do Rio Verde.
As águas minerais - em especial as quentes, denominadas águas termais - são utilizadas como recurso de saúde e bem-estar há muitos séculos. Responsáveis pela formação de cidades, centros termais, patrimônios histórico-culturais, instituição de novos hábitos corporais (de saúde, beleza e bem-estar), pesquisas médicas e científicas, elas sempre estiveram presentes na história da humanidade, seja como tradição médica ou de lazer.
 
MISSÃO - “Recebi essa importante missão do prefeito de Caldas Ailton Goulart, do secretário municipal de Saúde Christiano Reis Fonseca, do secretário de Cultura e Patrimônio Histórico Geraldo Magella, e do secretário de Turismo Willian Teixeira, e a eles agradeço a confiança no meu nome e trabalho”, destacou Jussara, lembrando que sua missão como profissional da área será “divulgar, preservar, criar possibilidades de acesso à população e aos visitantes, e manter viva a tradição do Termalismo em nosso país.”
Jussara é turismóloga formada pela PUC em 2002, autora do livro “A cidade termal: ciência das águas e sociabilidade moderna entre 1839 e 1931”. Possui trabalhos sobre o tema apresentados em congressos nacionais e internacionais. Em sua trajetória de pesquisa sobre espaços balneários, sociabilidade moderna e termalismo, já realizou pesquisas nas bibliotecas de Paris e Vichy, em 2012 e 2014, tendo também apresentado trabalhos em Córdoba/Argentina (2008), México (2016) e Portugal (2017).
De novembro de 2014 a setembro de 2017, trabalhou no Departamento de Serviços Termais de Poços de Caldas, ocupando respectivamente as funções de chefe e diretora dos balneários. Ex-coordenadora de Balneário da CODEMIG (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais), ela desenvolveu, entre outras atribuições, a responsabilidade de propor e implantar um plano de maximização dos recursos termais do Estado de Minas Gerais.
Jussara foi pesquisadora da CAPES e da FAPESP (2007 a 2015), tendo inclusive um livro publicado em âmbito nacional pela FAPESP. Em 2016, recebeu título de Dama da Ordem dos Cavaleiros de São Tiago na Basílica de Saltillo Arteaga/ México, sendo primeira mulher brasileira a ser agraciada com essa honraria.
Nascida em Poços de Caldas também trabalha na estética há 20 anos e foi professora na Faculdade de Estética e Cosmética da Unifenas.
 

 
 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp