22/07/2021 às 16h03min - Atualizada em 22/07/2021 às 16h03min

NOTAS RÁPIDAS - 22-07

,
RECLAMAÇÕES SOBRE SERVIÇOS DE TELECOM CAEM MAIS DE 30% EM JUNHO

O número de reclamações de usuários dos serviços de telecomunicações caiu 30,9% em junho de 2021 na comparação com junho do ano passado, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Os dados agência mostram que em junho de 2020 foram registradas 263.379 reclamações, já em junho deste ano esse número caiu para 181.924, uma redução de 81.455 queixas. A queda no mês segue uma tendência de redução nas reclamações de usuários de telecomunicações. Em maio, a queda foi de 28,4% e em abril o número de reclamações havia caído 24,4% em relação ao mesmo mês do ano passado.
“Nunca houve quedas de dois dígitos antes nas reclamações que chegam pelos canais da Anatel. Isso é resultado dos investimentos feitos pelas empresas, que se mantém acima de R$ 30 bilhões no ano”, afirmou o presidente executivo da Conexis, Marcos Ferrari. “É preciso enfatizar ainda os avanços nas medidas de autorregulação do setor, como a plataforma Não Me Perturbe, que permite bloquear ligações de telemarketing das empresas de telecomunicações e de bancos”.
Esse cenário de redução nas reclamações ocorre mesmo com a manutenção de atividades como o teletrabalho e aulas online, que levam a um aumento no consumo de serviços de telecomunicações.

FONTE: Conexis - imprensa@conexis.org.br
 
 
 
 
TAMPINHA LEGAL ARRECADA MAIS DE 675 TONELADAS DE TAMPAS PLÁSTICAS EM 5 ANOS
 
O Tampinha Legal, maior programa socioambiental de caráter educativo em economia circular de iniciativa da indústria de transformação do plástico da América Latina, acumula números expressivos, resultado do esforço em 5 anos de atuação. Na última semana, ultrapassou 675 toneladas do material recolhidas por mãos voluntárias. O material coletado se traduziu em mais de R$ 1,3 milhão, destinado integralmente às 329 entidades assistenciais participantes do programa. Para a coordenadora do Instituto SustenPlást, Simara Souza, os expressivos números são índices importantes. “Os números demonstram o quanto a sociedade compreende a importância de termos atitudes de cidadania. 100% dos plásticos são recicláveis, ou seja, valem dinheiro. Sustentabilidade e solidariedade são vias que andam lado a lado. Esses princípios devem ser reforçados nas escolas, empresas, órgãos públicos ou no comércio”, afirma.
Participam do programa entidades assistenciais do terceiro setor devidamente regularizadas como Apaes, Ligas Femininas, escolas, ONGs, asilos, associações, hospitais, etc. Com os recursos obtidos, as entidades assistenciais podem adquirir medicamentos, alimentos, equipamentos, ração animal e/ou materiais escolares, bem como custear tratamentos e exames de saúde humana e animal, melhorias em suas sedes, entre outras ações. 
 
FONTE: Camejo Estratégias em Comunicação
 
 
 
 
 INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A 2ª EDIÇÃO DO PRÊMIO SEBRAE DE EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA
 
Com o objetivo de desenvolver a educação empreendedora no ambiente escolar, o Sebrae lança a 2ª edição do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora. A iniciativa tem o objetivo de estimular e reconhecer as melhores práticas desenvolvidas por professores do ensino fundamental, médio, técnico e superior de todo o país. As inscrições estão abertas, até o dia 10 de setembro, pelo site do prêmio. A estimativa é que a divulgação da premiação nacional ocorra em fevereiro de 2022. “Entendemos que a educação empreendedora é o principal caminho para transformar a educação do país”, destaca a gerente da unidade de Educação e Empreendedorismo do Sebrae Minas, Fabiana Pinho.
A edição do prêmio engloba etapas seletivas estaduais, regionais e nacional, incluindo quatro categorias, de ensinos fundamental, médio, profissional e superior. Os projetos poderão ser premiados em ouro, prata e bronze, tanto na etapa estadual quanto na etapa nacional. Os melhores projetos selecionados serão difundidos pelo Sebrae para todas as regiões do Brasil.
A 2ª edição prêmio faz parte do Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE). Em Minas Gerais, apenas em 2020, o programa capacitou mais de 20 mil professores em 665 municípios, impactando mais de 650 mil estudantes.
 
FONTE: Assessoria de Imprensa Sebrae Minas
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp