14/07/2021 às 15h43min - Atualizada em 14/07/2021 às 15h43min

NOTAS RÁPIDAS - 14/07

MAIS DE 80 MIL PESSOAS JÁ ALUGAM CARROS POR ASSINATURA NO BRASIL
 
Apesar de ainda ser uma modalidade de locação recente no Brasil, a assinatura de carros é uma tendência que veio para ficar. Ainda mais se for levada em consideração a recorrente transformação no comportamento das pessoas em relação ao transporte e à mobilidade, causada pela pandemia da Covid-19. Segundo a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA), 80 mil veículos, cerca de 8% da frota de 1 milhão de carros do setor no Brasil, já são destinados a este segmento de aluguel. Participação que, segundo o presidente da entidade, Paulo Miguel Junior, pode até dobrar no médio prazo.
"É um novo nicho no aluguel de carros, que chama a atenção principalmente de pessoas que valorizam mais o uso que a posse", diz. Na prática, se trata de um aluguel de longo prazo para pessoas físicas. Em vez de adquirir um veículo, a pessoa o aluga por um, dois ou até três anos. E, ao final do contrato, ao devolver o carro pode renovar a assinatura para ter sempre um veículo novo na garagem.
Conforme a ABLA, na modalidade por assinatura podem ser alugados desde os modelos mais básicos, os chamados veículos de entrada, até os mais equipados e luxuosos.
 
FONTE: Em Foco - Carolina Maia
 
 
 
 
CONHEÇA OS 10 MAIORES INFLUENCIADORES DO TWITTER NO BRASIL
 
Muita opinião, dicas sobre produtos e serviços, sobre lifestyle, entretenimento e muito mais. Os influenciadores são referência para consumidores brasileiros ao compartilharem suas visões sobre a sociedade e sobre o mundo à sua volta. Diante de tantas opções nas redes sociais, é um desafio para o público conhecer quem são os melhores a seguir, ainda mais em canais como o Twitter, no qual a participação opinativa e frequente é um dos maiores atrativos para o público.
A lista divulgada pelo prêmio iBest aponta quem tem as melhores atuações no Twitter, de acordo com o alcance e engajamento de cada influenciador. A premiação seleciona os melhores do universo digital com um algoritmo que pesquisa e quantifica milhares de iniciativas, apontando matematicamente os destaques de cada categoria para definir os Top10 do país de cada ano.
Confira os 10 maiores Influenciadores do Twitter no Brasil: Annita, Claudia Leitte, Danilo Gentili, Felipe Neto, Gusttavo Lima, Ivete Sangalo, Luciano Huck, Marcos Mion, Neymar Jr e Whindersson Nunes.
Os brasileiros irão consagrar quem é o/a melhor do Brasil em votação que vai até o dia 29 de agosto no site www.premioibest.com.
 
FONTE: Prêmio iBest - sistemas@pr.comuniquese1.com.br
 
 
 
 
PESQUISA INTERNACIONAL IDENTIFICA QUE 77,4% DE ESTUDANTES BRASILEIROS APRESENTAM QUADRO DE ANSIEDADE DURANTE A PANDEMIA
 
A cada 10 estudantes brasileiros, 7 declaram que a pandemia gerou impacto na saúde mental, de acordo com pesquisa realizada pela Universidade São Judas, integrante do Ecossistema Ânima Educação, em parceria com a Universidad Del Sur, no Peru. Dados obtidos por meio da aplicação do EADS 21 (Depression Anxiety Stress Scale -21) mostram que 76,8% apresentam sinais de estresse e 66,5% manifestam grau moderado a grave de depressão. O levantamento foi realizado de junho a agosto de 2020 a partir da percepção de professores universitários que notaram a dificuldade de alunos no processo de aprendizagem a partir da brusca mudança para aulas no ambiente virtual, em virtude da pandemia A pesquisa ouviu mais de 600 alunos de diferentes cursos da São Judas.
Os altos índices de ansiedade, depressão e estresse nos universitários podem ser explicados por situações de perda de parentes para a Covid-19, receio em relação as práticas acadêmicas virtuais, falta de contato físico e aproximado com os colegas de sala e medo de ficar desempregado e não conseguir pagar a mensalidade são alguns dos cenários que refletem na dificuldade de atenção, foco na aula e variação de humor.
A pesquisa incluiu uma avaliação sociodemográfica levando em consideração informações como idade, curso, período que estuda, semestre em que está matriculado, se o aluno ou algum familiar teve Covid, se a pandemia gerou algum impacto financeiro e apresentação de dificuldades de aprendizagem. Do total da amostra, cerca de 85% relataram dificuldade de aprendizagem durante a pandemia, 92% relataram falta de atenção, 83% alegaram falta de motivação, 49% declararam falta de planejamento, 40% disseram sentir falta da interação com os colegas. A pesquisa também constatou que as palavras mais citadas em relação à pandemia são “ansiedade”, “angústia”, “medo” e “tristeza”.
 
FONTE: Emilly Moreira - emilly.moreira@maquina.inf.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp