04/06/2021 às 14h41min - Atualizada em 04/06/2021 às 14h41min

Websérie "Colheita: Alimentação Sagrada" será lançada no sábado

FONTE E FOTO: Thais Costa
,
Alimentação, fé e saber popular em produção audiovisual documentária realizada a partir de entrevistas com os mantenedores e frequentadores do Terreiro Nossa Senhora da Conceição, em Poços de Caldas
 
Registrar o manejo, cultivo e utilização das ervas para a alimentação e fins ritualísticos dentro da comunidade do Terreiro Nossa Senhora da Conceição, no bairro São José, em Poços de Caldas, é a proposta da websérie "Colheita: Alimentação Sagrada", que será lançada no sábado (5), às 19h, no YouTube (https://bit.ly/3yYoxLp) e também pelo https://www.tunossasenhoradaconceicao.com/.
A produção audiovisual documentária foi dividida em cinco episódios que reúnem entrevistas com os mantenedores e frequentadores do terreiro, que compartilharam histórias, vivências e saberes, além do registro das práticas de cuidado que envolvem etapas como plantio, colheita e preparo das ervas e alimentos e o compartilhamento de receitas e usos alimentares tradicionais que utilizam as ervas e que são costumes da comunidade.
"As ervas possuem papel fundamental dentro dos cultos afro-religiosos e são utilizadas de diversas maneiras, como em oferendas, banhos, comidas e chás, exemplificando, assim, sua função e significado cultural como um meio de alimentação, fé e saber popular", destaca Thiago Costa, do Terreiro Nossa Senhora da Conceição.
A proposta também contempla a catalogação fotográfica das ervas que são cultivadas no espaço e que tem fins sagrados, ritualísticos, de alimentação e para pesquisas e estudos. A catalogação fotográfica será atualizada mensalmente e tem o objetivo de preservar e valorizar o cultivo e manejo de ervas e plantas por comunidades tradicionais afro-religiosas.
"A utilização das ervas e vegetais dentro dos terreiros se dá em um contexto cultural e social ligado à questão da formação de identidade destes territórios e seus povos e que constitui um acervo importante da memória dessas comunidades", ressalta Thaís Costa, também do Terreiro Nossa Senhora da Conceição.
 
O projeto é uma realização do Terreiro de Umbanda Nossa Senhora da Conceição, viabilizada com recursos da Lei Aldir Blanc - Edital LAB nº 04/2020 - Cultura Alimentar e Gastronomia, da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais e do Governo Federal, através da Secretaria Especial da Cultura/Ministério do Turismo.
 
ANCESTRALIDADE - Para além das tradicionais comidas dos povos de terreiros como o mungunzá, acaçá, acarajé, cocadas, entre outras, frutos de uma tradição ancestral que tem sua difusão e preservação repassadas de geração para geração, há também nestas comunidades tradicionais a preservação, cultivo, estudo e difusão de receitas vindas através do manejo e conhecimentos ancestrais sobre folhas, ervas, árvores, cascas e raízes.
Todos esses conhecimentos são preservados e difundidos principalmente pela oralidade, com suas especificidades dentro de cada terreiro, possuindo características e manejos únicos para cada casa e que são compartilhados com a comunidade inserida.
 
As práticas tradicionais realizadas no Terreiro Nossa Senhora da Conceição são consideradas um saber popular único e característico no Estado de Minas Gerais, com um processo de plantio, colheita, cuidado e preparo próprio ancestral. "Esperamos contribuir com a preservação desta memória e prática cultural local para além da reverência à tradição cultural e seus mantenedores, sendo um mecanismo difusor e incentivador da perpetuação do saber com novos aprendizes. Através do reconhecimento, registro e valorização das práticas e costumes, as gerações mais novas e de potenciais perpetuadores da tradição vão poder se sentir motivados a adquiri-la e mantê-la viva", pontua Fernanda Gonçalves Lourenço.
 
Serviço:
Lançamento da websérie "Colheita: Alimentação Sagrada"
Data: 05/06/2021 – sábado
Horário: 19h
Online: https://bit.ly/3yYoxLp
https://www.tunossasenhoradaconceicao.com/.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp