03/06/2021 às 13h46min - Atualizada em 03/06/2021 às 13h46min

Furnas está morrendo?

FOTO: Reprodução Google
,
Bom, ver depois de décadas, um governador de Minas se mostrar preocupado com a situação da represa de Furnas, em sua recente viagem ao Sul de Minas. Há mais de dez anos ela vem mostrando sinais de decadência referente ao volume de águas que teve no passado. Será que os prefeitos dos 32 municípios banhados pela represa se esforçaram para evitar o quadro? Além da redução de volume, vários desses municípios jogam diariamente milhares de litros de esgotos sem tratamento na bela represa. E dá para se notar que o volume de água é crítico, há tempos. Basta que se note a situação do lago, do lado esquerdo da rodovia que vai de Alfenas a Passos. As águas desapareceram, gerando pastagens e não voltaram desde então. E vejam que a economia é a mais afetada, na criação de peixes, turismo, irrigação agrícola etc.
E pela falta de projetos, parece que Furnas não tem “dono”. Na barragem, segue a produção de energia, sem ver os danos que causa a toda a região. Energia para onde? São Paulo, países vizinhos? Ninguém diz, no entanto. Todos os governos de anos atrás foram incapazes de encarar a realidade. E a população afetada parece estática e nada tenta para mudar o quadro. Ou a ANEEL é tão cega que desconhece o quadro de decadência de Furnas? Por que não alterar ou deixar o Estado alterar a vasão da represa? Nada de culpar a falta de chuvas. A região já vem mostrando há tempos redução de índices de chuvas.
Vamos torcer para que nosso governador possa ou tenha poder para alterar a situação. Ou Furnas vai se esgotar de vez?
 
Por Luiz Marques Oliveira - E-mail: luizmfoliveira@uol.com.br






 



 
*O Brand-News não se responsabiliza por artigos assinados por nossos colaboradores.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp