13/05/2021 às 10h48min - Atualizada em 13/05/2021 às 10h48min

Projeto de Educação para o Patrimônio preserva e valoriza a Festa de São Benedito

FONTE E FOTOS: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
Antiga Capela de São Benedito, atrás da atual Igreja Matriz - Coleção José Ranauro

A Divisão de Patrimônio Construído e Tombamento da Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente desenvolveu um Projeto de Educação para o Patrimônio sobre a Festa de São Benedito, inscrita no Livro de Registro Municipal de Celebrações e sujeita à proteção especial, de acordo com o parecer do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico (CONDEPHACT), publicado no Diário Oficial do Município em outubro de 2020.
O projeto integra as ações de preservação e valorização dos festejos de São Benedito constantes no Plano de Salvaguarda, elaborado em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, atendendo a Lei nº 9.284 de 2018 e o Plano Municipal de Cultura.
“A iniciativa de apoio à preservação da Festa de São Benedito tem por objetivo fazer com que crianças e jovens da cidade, especialmente os alunos da Rede Municipal de Ensino, conheçam a nossa tradição cultural, para que possam respeitar e transmitir esse aprendizado de geração em geração”, destaca a pedagoga Sônia Maria Sanches, responsável pela elaboração e produção do material.
 
A CARTILHA - A cartilha foi disponibilizada às escolas municipais para que desenvolvam o trabalho junto aos alunos. No material, as personagens Ana e Pedro ganharam máscaras de proteção contra a Covid-19 para contar a história da Festa de São Benedito. “As duas crianças contam a história da festa de São Benedito, incluindo as pessoas que contribuíram com esta tradição cultural e a origem dos Ternos de Congos e Caiapós, por exemplo”, explica a representante da Secretaria Municipal de Educação no CONDEPHACT, Maria Angélica Aparecida do Carmo. Ela informa que os alunos farão desenhos a partir daquilo que aprenderam com o trabalho pedagógico, utilizando o material de educação patrimonial. “A proposta é trazer esta tradição cultural para a escola, lembrando que muitos dos nossos alunos vivenciam isso na prática.”
 
CURIOSIDADES - O material traz, entre outros registros, a primeira notícia publicada em jornal sobre a Festa de São Benedito, datada de 1904. A festa já acontecia nos anos anteriores, mas somente a partir dessa data é que há um documento que comprova a sua realização. Por isso, o ano de 1904 ficou marcado como o primeiro ano em que a Festa foi noticiada.
A cartilha também inclui informações sobre a formação da Associação dos Ternos de Congos e Caiapós de Poços de Caldas, criada em 2004, com a presença dos seguintes grupos de Congo: Terno de Congo de São Benedito, Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora do Carmo, Santa Ifigênia, São Jerônimo e/ Santa Bárbara e Nossa Senhora da Saúde. Há, ainda, registros fotográficos de grande valor histórico e artístico, como a imagem “Congadeiras em frente à Casa da Dona Orlanda”, no bairro Santa Rosália, nos anos 60.
 
TRABALHO ARTICULADO - “Todos nós somos responsáveis pela preservação e valorização desse riquíssimo patrimônio imaterial de Poços de Caldas, que é a Festa de São Benedito. Por isso, temos atuado de maneira intersetorial, de forma a desenvolver iniciativas em várias frentes, que englobam o estudo e a recuperação histórica dos festejos, a educação patrimonial e o registro das manifestações. Neste sentido, é importante destacar o trabalho de excelência desenvolvido pela equipe da Divisão de Patrimônio da Seplan”, pontua o secretário municipal de Cultura, Gustavo Dutra. A Secult está produzido um documentário sobre a Festa de São Benedito, em colaboração com a Associação de Ternos de Congos e Caiapós e apoio da Câmara Setorial de Cultura Popular do Conselho de Políticas Culturais e Coletivo Estamos Aqui - Projeto Curas.
 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp