13/05/2021 às 17h40min - Atualizada em 13/05/2021 às 17h40min

13 de maio: o dia solene da Festa de São Benedito

FONTE E FOTOS: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
Pelo segundo ano consecutivo, a mais popular e querida festa de Poços de Caldas, que tradicionalmente se encerraria nesta quinta-feira, não foi realizada por conta da pandemia da Covid-19
 
“No dia 13 de maio, o dia solene da Festa, a alvorada às 6 horas da manhã marca com o repique de sinos e fogos no alto do morro de São Benedito ao acordar a cidade para a louvação do Santo Maior. Às 10 horas, tem início a Missa Conga, com a presença de todos os Congados e Caiapós. A celebração é presidida pelo Bispo da Diocese de Guaxupé e, ao som dos cantos e danças dos congadeiros e caiapós, a missa toma um caráter festivo de muita alegria e devoção. Depois da missa, os congados cumprem com suas obrigações religiosas, visitando residências de devotos e, após o almoço, passam pela Igreja Matriz, a Basílica de Nossa Senhora da Saúde em louvação, por ser ali o local da primeira capela de São Benedito. Esta visitação acontece entre 14h às 15h, num espetáculo de rara emoção. Às 16h, tem início a procissão, com três irmãos de São Benedito à frente com a Cruz, seguidos dos Caiapós e Ternos de Congos de São Benedito. Depois vem o Congado de Nossa Senhora do Rosário e o de Nossa Senhora do Carmo. Por fim, o Congado São Jerônimo e Santa Bárbara e Nossa Senhora da Saúde. Seguem os anjinhos e fradinhos, pagadores de promessa e o belíssimo estandarte de São Benedito, seguido da Irmandade do Santo. A população se aglomera e temos a Imagem de Santa Ifigênia e Nossa Senhora do Rosário, finalizando com o Santo Maior, São Benedito.”
 
O trecho acima foi extraído do Dossiê de Registro do Bem Imaterial Festa de São Benedito, da Divisão de Patrimônio Construído e Tombamento da Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, e narra a tradição do 13 de Maio, feriado municipal em Poços de Caldas.
Pelo segundo ano consecutivo, a mais popular e querida festa de Poços de Caldas - a Festa de São Benedito -, que tradicionalmente se encerraria nesta quinta-feira, 13 de maio, não foi realizada por conta da pandemia da Covid-19.
Se não fosse o novo coronavírus, fiéis de todos os lugares iniciariam o último dia das festividades com a Missa Conga. Realizada sempre na manhã do feriado municipal, a celebração é uma das principais demonstrações de devoção ao Santo Negro, assim como a procissão que marca oficialmente o encerramento da festa, na tarde do mesmo dia.
“É um momento de muita fé e de alegria também, quando encerramos a nossa missão na preservação desse patrimônio imaterial”, destacou Ailton Santana, o Mestre Bucha, em entrevista quando da realização da Missa Conga em 2019.
“A importância maior é São Benedito e Nossa Senhora do Rosário”, diz a capitã do Terno São Jerônimo/Santa Bárbara, Dona Orlanda Conceição Silva, mestre reconhecida pelo Ministério da Cultura, por meio do Prêmio Culturas Populares, categoria Mestres. “Vem de família, dos meus avós, do meu pai, da minha mãe e eu fiquei sendo a capitã”, conta Dona Orlanda, também em entrevista no último ano de realização da festa.
 
SINCRETISMO CULTURAL - Em pesquisa realizada para o desenvolvimento do roteiro intitulado “Bendito Roteiro” do projeto de educação patrimonial “Você é Poços”, a arte-educadora Daniela Marco Antonio Alvisi aponta que a Missa Conga é uma celebração muito importante para os integrantes dos grupos de cultura popular que participam da Festa de São Benedito. “Na manhã do dia 13 de maio, todos se reúnem para demonstrar a devoção ao santo, um dos padroeiros da cidade de Poços de Caldas, e cada um faz suas homenagens seguindo suas tradições particulares (…). Durante o culto, os sacerdotes e congadeiros dividem as ações da celebração, num incrível fenômeno de sincretismo cultural. O som dos tambores mistura-se ao dos violões e o coro é múltiplo”, escreve a pesquisadora.
Sem dúvida, a Missa Conga é um dos momentos mais emocionantes da programação cultural e religiosa da Festa de São Benedito, quando o bater do tambor se une a preces e agradecimentos por mais um ano de tradição, fé, devoção, arte e cultura.
 
DOCUMENTÁRIO - A Secretaria Municipal de Cultura está produzido um documentário sobre a Festa de São Benedito, em parceria com a Associação de Ternos de Congos e Caiapós, com apoio da Câmara Setorial de Cultura Popular do Conselho de Políticas Culturais e Coletivo Estamos Aqui - Projeto Curas. O vídeo registra as principais manifestações da programação cultural da festa, como o Dia de Santa Cruz, a Retirada dos Caiapós do Mato, a Missa Conga e Procissão Solene. O lançamento do documentário está previsto para até o final do mês de maio.


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp