11/05/2021 às 14h59min - Atualizada em 11/05/2021 às 14h59min

Campanha “Todo Brasil é Turismo” mostra a abrangência e dimensão do setor

FONTE E FOTO: Agência Guanabara
,
Objetivo é valorizar o setor de turismo e eventos ao conscientizar população sobre seu impacto na economia
 
Mostrar o impacto da paralisação do Turismo desde o início da pandemia de Covid-19 é o objetivo da campanha “Todo Brasil é Turismo”. Quando uma viagem ou um evento são realizados, mais de 500 atividades econômicas são movimentadas. Sem o turista, empregos e renda deixam de existir. Somente em 2020, 400 mil postos formais de trabalho foram extintos no Turismo, ano em que o setor teve perdas de R$ 290 bilhões*. Muito além das associações ou interesses específicos de classe, a campanha quer sensibilizar a população sobre os efeitos que a paralisação do turismo tem em toda a cadeia produtiva. O impacto é amplo e irrestrito, sem poupar nenhum integrante deste universo.
 
Nesse contexto, um grupo de associações do turismo, com o apoio do FGV Cemd (Centro de Estudos em Marketing Digital da Fundação Getúlio Vargas) lançaram no dia 8 de maio, Dia Nacional do Turismo, a campanha “Todo Brasil é Turismo”. “É uma atividade, às vezes invisível para a maioria dos brasileiros, de extrema importância econômica e social para o Brasil”, afirma Lilian Carvalho, coordenadora do FGV Cemd, que cuidará da gestão da campanha. “Turismo não está restrito apenas a atividades diretamente relacionadas, como agências de turismo, hotéis, parques, navios ou eventos. Há milhões de trabalhadores que dependem dessa atividade”.
 
No hotel, sem hóspedes, perde o taxista, sem ter quem transportar; o recepcionista, que não tem quem receber; a cozinheira, com o restaurante fechado; o guia, que não tem a quem oferecer suas explicações; a garçonete da lanchonete do parque não trabalha; o agente de viagens que não faz atendimento; o artista do show não faz sua apresentação.
 
O pontapé inicial da campanha contou com o lançamento de uma série de vídeos nas redes sociais. O conteúdo mostra, de modo claro e direto, quem perde quando o turista não viaja. A proposta é levar essa mensagem ao maior número de pessoas e sensibilizar a população brasileira para as oportunidades geradas a partir do turismo e para os riscos econômicos e sociais com a paralisação do setor.
 
A campanha poderá ser vista nas mídias sociais, tendo suas mensagens concentradas no perfil de Instagram @todobrasileturismo. O objetivo é valorizar o trabalho da cadeia produtiva do Turismo, que mostra resiliência, mas depende, neste momento, do apoio do poder público em vários aspectos, para ter fôlego e seguir adiante. No Instagram, um link direciona os internautas para engajamento a esta campanha de apoio e valorização à cadeia de turismo e eventos.
 
*Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged)

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp