06/05/2021 às 14h47min - Atualizada em 06/05/2021 às 14h47min

Levantamento vai nortear políticas culturais no município

FONTE E FOTO: Secretaria de Comunicação Poços de Caldas
,
O Edital Especial Secult de Ações Culturais Emergenciais - Poços Curte em Casa selecionou 149 propostas que contaram com a participação de 247 artistas no total, sendo 133 homens, 109 mulheres e 2 de diferente identidade de gênero. Já nos editais da Lei Aldir Blanc (LAB) no município, foram investidos R $1.125.810,00, dos quais 44,29% na área de música, seguida pelos investimentos em teatro, que somaram 16,36% do total. O Cadastro Municipal de Cultura contou com a participação de 483 agentes culturais, sendo 386 naturais de Minas Gerais, 74 nascidos no estado de São Paulo, 18 naturais de outros estados e 5 agentes estrangeiros, sendo 1 dos EUA e 4 da Argentina.
Todos esses dados estão sendo disponibilizados pela Secretaria Municipal de Cultura para acesso dos interessados e público geral no site da Prefeitura de Poços de Caldas, por meio do levantamento “Cultura em Números". A equipe da Secult reuniu e sistematizou as informações que vão subsidiar, impulsionar e garantir a aplicação de recursos no setor cultural, em âmbito municipal.
“É um mapeamento da cultura local sob o ponto de vista de aplicação dos recursos. Todas as informações serão disponibilizadas para acesso público, de forma a garantir a transparência das ações e, principalmente, serão utilizadas para nortear as políticas culturais do município”, explica o secretário de Cultura, Gustavo Dutra.
Os dados também vão subsidiar a implantação do Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais. A iniciativa tem como objetivo fornecer dados sobre profissionais, espaços, grupos, instituições e coletivos que integram a cadeia produtiva da Cultura em Poços de Caldas, em consonância com o Sistema Municipal de Cultura e em atendimento ao Plano Municipal de Cultura.
A equipe da Secult tem se dedicado bastante na compilação e sistematização desses dados, que são muito importantes para conhecer em profundidade o cenário da cultura local e para guiar os novos editais. As informações vão nos auxiliar sobre quais caminhos devemos seguir”, destaca a assessora de Fomento e Incentivo à Cultura, Marianna Gonçalves de Carvalho. A partir dos levantamentos é possível identificar, por exemplo, quais áreas culturais demandam mais investimentos e quais necessitam de ações específicas, como busca ativa, atividades de formação, etc.
Compõem o levantamento “Cultura em números” o compilado de informações sobre o Cadastro Municipal de Cultura, realizado no segundo semestre de 2020, o levantamento sobre o Edital de Ações Culturais Emergenciais - Poços Curte em Casa e os dados sobre a aplicação dos recursos da Lei Aldir Blanc no município. As informações estão disponibilizadas em arquivo PDF ao final da matéria e também serão publicadas no link http://pocosdecaldas.mg.gov.br/cultura/.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp