04/05/2021 às 15h45min - Atualizada em 04/05/2021 às 15h45min

Documentário vai marcar Festa de São Benedito em Poços de Caldas

FONTE E FOTO: Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Poços de Caldas
Dia de Santa Cruz - Foto Dani Alvisi
, 
Os tambores não ecoam pelas ruas da cidade. Não é possível sentir o cheiro doce de coco, amendoim e maçã do amor. Não há gritos de alegria no parque. As bolas de plástico não nos emprestam o seu colorido furta-cor. O pátio da igreja está vazio. Mas, ainda assim, tivemos o 1º de Maio, data em que, pela tradição secular, começariam os festejos de São Benedito.
Pelo segundo ano consecutivo, a mais tradicional, popular e querida festa de Poços de Caldas - a Festa de São Benedito - não será realizada por conta da pandemia da Covid-19. Para marcar a data, a Secretaria Municipal de Cultura está produzindo um documentário sobre as manifestações culturais ligadas à festa.
“Com a pandemia, aprendemos que não podemos deixar de registrar nossas manifestações porque, infelizmente, nossos mestres estão partindo. Recentemente, perdemos nosso Mestre Moçambique, Seu Joaquim, o que reforçou ainda mais a urgência e a relevância do trabalho de registro de toda a riqueza das manifestações populares”, destaca o secretário municipal de Cultura, Gustavo Dutra.
 
O documentário vai registar a manifestação de fé, in loco e no tempo em que as coisas acontecem, de forma a produzir sentido para os agentes da cultura popular que perpetuam a tradição. A captação de imagens teve início nesta semana, seguindo todas as medidas de enfrentamento do novo coronavírus.
Produzido em parceria com a Associação de Ternos de Congos e Caiapós de Poços de Caldas, com apoio da Câmara Setorial de Cultura Popular do Conselho de Políticas Culturais e Coletivo Estamos Aqui - Projeto Curas, o vídeo registra as principais ações da programação cultural da festa, como o Dia de Santa Cruz, a Retirada dos Caiapós do Mato, a Missa Conga e Procissão Solene. O lançamento do documentário está previsto para até o final do mês de maio.
O objetivo é valorizar as manifestações da cultura popular local e conscientizar as novas gerações a respeito da importância da preservação da riqueza cultural do município, por meio do trabalho com a Festa de São Benedito e seus grupos tradicionais de Congada e Caiapó.
“O documentário vai mostrar que a nossa fé é verdadeira e está viva em nós, mesmo que a festa não aconteça. Nossa devoção estará registrada para que as gerações futuras saibam que a tradição dos Congos e Caiapós de Poços de Caldas se mantém firme, mesmo durante a pandemia”, ressalta a presidente da Associação de Ternos de Congo e Caiapós, Lilia Regina Clementino.

De acordo com trabalho de pesquisa desenvolvido pela Divisão de Patrimônio Construído e Tombamento, a Festa de São Benedito é realizada desde 1904, na Freguesia da Nossa Senhora da Saúde das Águas de Caldas, primeiro nome da cidade. Mas as primeiras festas já aconteciam antes dessa data.



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp