20/09/2023 às 15h05min - Atualizada em 20/09/2023 às 15h05min

Comissão define pontos de coleta para análise das águas do município

FONTE E FOTO: Assessoria de Imprensa da Câmara de Poços de Caldas
C 
Na última segunda-feira (18), aconteceu uma reunião da Comissão das Águas, grupo de trabalho que faz parte da Comissão de Meio Ambiente da Câmara de Poços. O objetivo principal do encontro foi definir quais serão os pontos de coleta para posterior análise das águas do município nos aspectos físico, químico, biológico e radioativo.
           
Criada em 2010 por iniciativa da vereadora Regina Cioffi (PP), a Comissão é formada por vereadores e integrantes de vários órgãos e instituições, com a finalidade de buscar soluções para os possíveis agravos ambientais nas águas do município. Através da Portaria n. 04, foram nomeados os membros do grupo especial para os trabalhos do biênio 2023/2024. Fazem parte da comissão representantes da OAB/MG, ASSEMAE, DMAE, CNEN, Secretaria Municipal de Planejamento, Secretaria de Meio Ambiente, INB e UNIFAL.
           
Segundo a presidente da Comissão, vereadora Regina Cioffi, a coleta será no dia 20 de outubro e terá o apoio logístico da Guarda Verde. “O Laboratório da UNIFAL fará a análise dos aspectos físico e químico, o DMAE fará análise biológica e a CNEN a de radioatividade. Após a coleta, os dados serão compilados e a comissão irá apresentar o resultado dando transparência à real condição da água e dos sedimentos”, ressaltou.
           
A vereadora lembrou que o trabalho de coleta e análise das águas foi realizado em 22 pontos no ano de 2010. “O objetivo é repetir essa análise em alguns pontos do município e com isso ter o real conhecimento da situação”, disse.
           
Outros assuntos foram abordados na reunião da Comissão das Águas, entre eles o esgoto no bairro Bortolan e o descomissionamento da INB. “Obtivemos informações que alguns imóveis na região do Bortolan estariam jogando esgoto diretamente na represa, sem o devido tratamento do efluente sanitário. O DMAE já procedeu a notificação daqueles que se encontram irregulares. Ficou deliberado que a Comissão fará, através da presidência, um ofício ao DMAE para saber quais providências foram tomadas com relação a isso. Além disso, sobre a INB, queremos saber as fases para sanar o nível de emergência 1 detectado pela Agência Nacional de Mineração da barragem D4. Segundo a Agência, tal barragem não atende aos parâmetros da legislação vigente. E, por fim, foi abordado que o Observatório do Descomissionamento integrará a Comissão das Águas. A Comissão continuará atenta a todas as questões ambientais das nossas águas”, finalizou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.