28/07/2023 às 16h30min - Atualizada em 28/07/2023 às 16h30min

Estudo indica que vinho moscatel combate o envelhecimento da pele

FONTE: Isabella Vilela - [email protected] - FOTO: Divulgação / Freepik
 
Especialista explica quais são as propriedades presentes na bebida que realmente têm eficácia
 
De acordo com um recente estudo americano, o vinho moscatel pode ajudar a melhorar a flacidez da pele. Segundo o levantamento, as mulheres que beberam dois copos de vinho muscadine sem álcool diariamente mostraram melhorias significativas na elasticidade e retenção de água da pele em comparação com aquelas que beberam um placebo. Os pesquisadores atribuem os efeitos benéficos a compostos químicos chamados polifenóis que ocorrem naturalmente em muitas plantas.
 
As descobertas foram apresentadas no NUTRITION 2023, o principal encontro anual da American Society for Nutrition, em Boston (EUA). As uvas muscadine são nativas do sudeste dos Estados Unidos e são comumente usadas para fazer vinho. Ensaios clínicos anteriores sugeriram que os polifenóis encontrados neste mesmo vinho, incluindo antocianinas, quercetina e ácido elágico, podem ajudar a diminuir a inflamação e o estresse oxidativo.
 
“Os polifenóis são antioxidantes presentes no vinho que ajudam a proteger contra os radicais livres, que podem danificar as células da pele e levar a sinais de envelhecimento”, explica Michele Camargo, biomédica esteta. “Além disso, esses mesmos antioxidantes podem promover a produção de colágeno, tornando a pele mais jovem e radiante”, complementa.
 
Para o estudo, os pesquisadores recrutaram 17 mulheres com idades entre 40 e 67 anos e as designaram aleatoriamente para beber vinho sem álcool ou uma bebida placebo que parecia e tinha gosto semelhante, mas não continha polifenóis. Os participantes consumiram duas taças de sua bebida designada diariamente por seis semanas, depois fizeram uma pausa de três semanas antes de mudar para a bebida oposta.
 
Em seguida, mediram as condições da pele das participantes e os marcadores de inflamação e estresse oxidativo no início do estudo e no final de cada período. Eles descobriram que beber vinho muscadine melhorou significativamente a elasticidade da pele. Além disso, a bebida foi associada a uma diminuição na perda de água na superfície da pele, uma medida que indica que a pele forneceu uma barreira mais eficaz contra danos.
 
“O resultado do estudo mostra que as propriedades anti-inflamatórias presentes nas uvas americanas podem ajudar a reduzir a aparência de linhas finas e rugas. Todas essas propriedades fazem do vinho um excelente complemento para quem tem pele madura e quer combater o envelhecimento, mas claro, somente o consumo da bebida não é o suficiente para combater o envelhecimento”, finaliza Camargo.
 
 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://brandnews.com.br/.