06/10/2020 às 14h31min - Atualizada em 06/10/2020 às 14h31min

Turismo de Isolamento, cresce a busca por locais isolados

Turismo de Isolamento, cresce a busca por locais isolados

Foi sancionada a Lei de Incentivo que destina 5 bilhões de reais a empresas do setor

A crise causada pelo coronavírus atingiu em cheio o setor turístico. Cerca de 90% das empresas perderam e/ou tiveram redução no faturamento. As empresas tiveram que se reinventar para sobreviver. Áreas mais afastadas e rurais têm sido os principais destinos neste momento em que algumas cidades já começam a flexibilização.
O projeto de lei, que no último dia 9 de setembro saiu no Diário Oficial, prevê cerca de R$ 5 bilhões para as empresas do ramo turístico. Segundo o Ministério do Turismo, 80% serão destinados aos empreendimentos de micro, pequeno e médio porte, e os 20% restantes poderão ser acessados por empresas de grande porte. Entre elas, acampamentos turísticos, agências de turismo, meios de hospedagem, parques temáticos, entre outros. Isso ajudará de forma direta todos os estabelecimentos, porque os valores poderão ser utilizados para projetos, equipamentos e capital de giro e é tido como o maior investimento público no setor de todos os tempos.
Os pequenos empresários estão vendo o crescimento pelo turismo de isolamento. Segundo dados do Expedia Group, a busca por destinos nacionais em julho para os meses de agosto a outubro teve um crescimento de médio de 30% a cada semana. Isso porque os brasileiros estão de home office, mas buscando lugares tranquilos e isolados para que possam trabalhar com comodidade e segurança.
Matéria publicada pela Folha de S. Paulo, dia 10 de setembro, mostra que os estabelecimentos estão se adequando para receber os hóspedes. Há diversas implantações tecnológicas e novos hábitos, como menu por QR Code, frutas ensacadas, melhoras no wi-fi, etc.
"Como toda a mudança traz novas perspectivas, o setor do turismo, sempre esteve acostumado com certos roteiros e padrões de comportamentos, agora chegou a hora de se readaptar e se reerguer, aproveitando as tendências e as oportunidades", disse a CEO da Minds Travel, Lorena Peretti.
Saiba mais em http://www.mindstravel.com.br.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Precisa de ajuda?
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp